sábado, 4 de julho de 2020

Geléia. Uma Jam de Improvisação


Sexta a noite, a atriz e diretora Michelle Gallindo comandou um show de humor super legal.  Pela sua página do YouTube ela comandou a Geléia,  Uma jan de improvisação. 
 Os atores que participaram foram muito talentosos. A cada noite é escolhido o melhor. O melhor da noite da ultima sexta foi o ator Thomas Ribas, O Tom Mate. 

Anote: toda sexta 21:30, você pode se divertir com esta Jam no www.youtube.com/michellegallindo

Se divirtam 

sexta-feira, 3 de julho de 2020

Leitura dramatizada. Programa 26



Mais de 20 programas fazendo muito sucesso. Neste vídeo, vocês irão curtir um conto da atriz Silvia Diaz. Ela passou por grupos de teatro incluindo o Satyros. Esta atriz paulistana foi destaque do evento online Serformancep realiado no mês de Junho. Aproveitar e mandar um super abraço para os amigos Issac e Ismael Trabuco. Neste texto, Heloisa e o Pé de Lichia, Silvia faz uma performance teatral com muita delicadeza. O texto é lindo e emocionante. Se ficou curioso, então veja o vídeo.

quinta-feira, 2 de julho de 2020

Relembrando o Festival Carioca de Improvisação.



Numa live bem animada Dinho Valadares, Aline Bourseau, Luiz Felipe Martins, Gabriel Sardinha, Rafael Tornassi,, Ary Aguiar e Rodrigo Amém relembraram o melhor dos Festivais de Improvisação. Foram momentos de muita alegria.

Foi lembrado grandes atores e atrizes que passaram por este evento como Fabio Nunes, Tatá Werneck, Zeca Caravalho, Sil Esteves, Rafael Infante, Victor Soares, Flávio Lobo Cordeiro e tantos outros que ESCREVERAM SEU NOME NA HISTÓRIA

Faz 16 anos que a Cia de Teatro Contemporâneo diverte todos os cariocas com seus campeonatos.  Os atores que fizeram este evento,  não só tiveram destaque no Brasil como no exterior participando de grandes Festivais do gênero.

LONGA VIDA AO TEATRO DE IMPROVISAÇÃO! 

quarta-feira, 1 de julho de 2020

Homenagado do mês de julho: Daniel Fonseca


Além de ser meu primo, ele é médico e luta contra o coronavírus. Daniel Fonseca é o homenageado do Mês. Alguns dias atrás, ele foi tema de um dos meus posts onde através de vídeos mostrou uma capsula que ajuda a salvar vidas contra esta doença mortal.  Por isso, pessoas como ele, devemos agradecer sempre..


SOBRE A CÁPSULA. 

Batizado de Cápsula Vanessa, em homenagem a uma paciente que foi intubada e se recuperou da Covid-19, o dispositivo é uma espécie de cabine construída com canos de PVC e coberta com plástico transparente. Colocada sobre o paciente, a cápsula tem duas funções principais: servir de barreira de proteção para os profissionais de saúde e permitir a chamada Ventilação Não Invasiva (VNI), com o uso de uma máscara convencional de oxigênio.
Em muitos casos, a VNI pode substituir a intubação orotraqueal precoce, protocolo para o tratamento da doença quando o paciente chega ao hospital com falta de ar. Os efeitos colaterais desse tipo de intubação são o alto uso de respiradores e a demora na recuperação do doente, além de possíveis infecções.
Desenvolvida em parceria com o Instituto Transire, no distrito industrial de Manaus, a cápsula começou a ser usada em março nos hospitais da rede Samel e no hospital de campanha da Prefeitura de Manaus, administrado pelo grupo. Em maio, a OMS (Organização Mundial da Saúde) reconheceu a VNI como opção eficaz para o tratamento de Covid-19. "Fomos pioneiros porque sempre entendemos que a intubação orotraqueal não era necessária na maioria dos casos", afirma Luis Alberto Nicolau, presidente do Grupo Samel.

terça-feira, 30 de junho de 2020

Leitura dramatizada. Programa 25





Pela primeira vez, faço a Leitura dramatizada de uma peça da Luciana Guerra Malta. Faz um bom tempo que conheço seu trabalho, só que não tive a oportunidade de fazer um texto dela. Com grande orgulho, este programa de número 25, faço a leitura do testo Caráter

A peça conta a história de 2 homens de sucesso. Eles são pai e filho. Ambos irão fazer um acerto de contas sobre o passado.



segunda-feira, 29 de junho de 2020

Os Vilões de Shakespeare



A Claro e a Now  nos presentearam com o Teatro online. Marcelo Serrado deu o ponta pé inicial dessa nova inciativa do Palco Insitituto Uimed BH Ele interpretou o Monólogo Os Vilões de Shakespeare. Esta é uma tragicomédia em que nosso herói dá uma espécie de palestra sobre o seu ponto de vista dos vilõe mais bizarros do mundo de Shakepseare. São eles: Yago, Macbeth, Hamlet e outros que são temidos do Teatro Elisabetano. 

Esta foi uma inicativa do Palco Unimed BH e nos próximos dias nos tratá mais duas peças. Anote aí:

Heloísa Perisse no dia 11 de julho com o monólogo E eles foram quase felizes para sempre

Zezé Polessa com o monólogo Não sou Feliz mas tenho marido no dia 25 de juho. 

Todas as apresentações começam as 20:30. Se você não tem NOW vá para o youtube do Sesc Minas 

https://www.youtube.com/user/sescminas

sábado, 27 de junho de 2020

Show online do Sesc da Letrux


Letrux fez um show maravilhoso ontem pelo sesc ao vivo. Em março, ela iria estrear o seu show Aos Prantos, seu segundo álbum. Porém, com a pandemia, ele foi cancelado. .

Em sua casa, ela tocou teclado e violão mostrando seu talento e a sua habiliadade para encantar seus fãs. Mais uma vez venho dizer que o Sesc é nota 10 ao mostrar o talento de Letícia Novaes.

Se vocês ficaram curiosos, vão ao Instagram e ao canal do Ssesc. Hoje tem Fafá de Bélem. 

https://www.youtube.com/channel/UCESs365L1Ccnq4q3J5yZ7nQ

sexta-feira, 26 de junho de 2020

Musas do Canto do Gallo na quarentena


Para aqueles que sentem falta do Cuecas de Plantão bem como sentem  das Musas do Canto do Gallo, abri este post para dedicar as parceiras  que mesmo com esta pandemia, continuam fazendo sua arte ou os seus negócios. Vamos começar.

1) Tatiana Ishihara



Minha amada e adorada namorada. Ela tem dois sites super bacanas. Uma que é uma página da enjoei onde  minha Sushi fez do site um brechó. Ela tem vendido muito bem seus produtos. Um outro site, vocês conhecem bem que é da Urban Arts onde suas fotos são as mais belas que já vi. Aí em baixo,  coloquei os links para vocês apreciarem o trabalho dessa minha musa. 




2) Vanessa Fontana

Ela continua fazendo suas poesias. Tem um vidoe performance que  em especial,  ela colocu a foto do nosso antigo projeto Mãos encharcadas de sangue. 




3) Luba Amaral

Ela dança, faz graça e faz tudo. Vocês vão adorar as performances de Luba Amaral. Este viddeo é um dos meus favoritos. Portanto, se divirtam. 


4) Contos de Pandora

As meninas do Contos de Pandora (Giovanna Rubbo e Malu Paixão)  mostram um estilo dark em contar histórias bem como declamar poesias. Para quem gosta do gênero Terror, é muito legal ver estes videos.





Por enquanto é só isso. Espero que gostem dessas indicações. Mais do que nunca, fique em casa

#fiqueemcasa


quinta-feira, 25 de junho de 2020

Leitura dramatizada. Programa 24





Mato Grosso do Sul esta de volta nesse programa. Dessa vez, Fabio Arruda e Juliana Zampieri nos brindam com a poesia Genocíndio de Emmanuel Marinho. As palavras desse poeta denunciam a matança do homem branco contra os índios. São palavras fortes mas que nos fazem a unir em uma só voz: parem de matar os indígenas.



quarta-feira, 24 de junho de 2020

Leitura dramatizada. Programa 23





Neste programa, faço a Leitura Dramatizada de um texto de um grande clássico da extinta União Soviética. A  Extraordinária Aventura vivida por Vladimir Maiakóvslki no Verão na Datcha é um texto que li quando criança. Me lembro até hoje que li este texto na época do Colégio Anglo Americano.

Para aqueles que curtiram o primeiro programa em que trouxe a leitura de um trecho do livro do Toltói, não pode perder este vídeo.

terça-feira, 23 de junho de 2020

Peça. Teatro performance do Corpo Rastreado.

Crítica: Peça, direção Janaína Leite | Blog e-Urbanidade - e ...

Marat Decartes nos convida para a peça performance chamado Peça. Esta pandemia do Coronavírus faz com que o ator mergulhe em seu mundo particular cheio de conflitos e tensões. Pessoas que estão gritando nos quatro cantos em apoio ao Presidente Bolsonaro faz com que as angústias e as ansiedades fiquem a flor da pele deste bravo herói brasileiro.

Entretanto, existem cenas lindas como é o casso do nascimento da filha bem como já crscidinha, ela canta com o pai um sambinha bacana.

Este espetáculo online estreou dia 20 de junho. Quintas, sextas, sábados e domingos sempre ás 21 horas. Para ver esta peça, vá ao site:

www.youtube.com/corporastreado

segunda-feira, 22 de junho de 2020

Seformancep, melhores momentos


O Curta O Conto da Sereia foi exibido pelo Serforamncep esse fim de semana. Os  anfitriões foram os irmãos Isaac e Ismael Trabuco.  O prazer de ver online o curta, é uma sensação maravilhosa. Isso comprova que mesmo em tempos de pandemia, devemos fazer arte.  Aqui em São Paulo,, pude mostrar meus desenhos que fiz para este curta de animação.



São ao todo 7 deenhos, sendo que 1 teve que ser excluído. Mas apesar disso, a conversa que tive com o Issac foi sensacional. Houve momentos de alegria e reflexão. 

PERFORMANCES

Tive o prazer de ver algumas performancesx como foi o caso de O que o corpo branco com um corpo cis de @livioapenas, O Mágico Mister Félix, a atriz Silvia Diaz com experimento teatral e finalmente Paulo Ramos com sua performance ELE NÃO! (UMA ODE CONTRA BOLSONARO) Foto embaixo. 





sexta-feira, 19 de junho de 2020

Curta a cena especial



Ontem em seu perfil no Instagram, Raul franco deu o ar de sua graça no lançamento de seu livro Curta a Cena- Coletãnia Raul Franco.  Ele contou com a participação Carmen Filgueiras, Wendell Bendelack, Nico Boneventura Ronaldo Franco e Lidia Zalewski.

Foi uma live bem legal. O momento mais emocionante foi o eoncotro com o seu pai Ronaldo Franco. Ele é um poeta e mostrou que a paixão pelas letras é hereditário.

Para aqueles que querem saber mais sobre os livros de Raul franco, este link leva vocês ao e-book dele: Histórias de amor para se ler na quarentena. 

https://www.amazon.com.br/Histórias-amor-para-ler-quarentena-ebook/dp/B089RLHL46/ref=mp_s_a_1_2?dchild=1&keywords=raul+franco&qid=1591723259&sr=8-2

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Saiu o teaser do Leitura Dramatizada.



Nesta semana, foi ao ar o Teaser do Leitura Dramatizada. São mais de 20 programas com a particiação de convidados mais do que especiais. Fabio Arruda, Bia Bade, Patrick Fouchè, André Faxas, Leonardo Gênesis, Aline Gomes, Ruy Jobim Neto, Simone Kalil e Vanessa Fontana.

Além é claro, não posso esquecer de Jomar Magalhães e Hissa de Urkiola que deram suporte para que alguns dos programas fosse ao ar. Então curta e me siga no meu canal do youtube.



quarta-feira, 17 de junho de 2020

O Conto da Sereia no Serformancep


Dia 20 de Junho será exibido O Conto da Sereia. Uma realização da Violino Filmes. Ele será uma exibição online pelo facebook da amostra. Horário 15 horas. No dia acesso.


Antes da exibição, haverá um bate-papo com o diretor Rodrigo Gallo (eu).  




MINUTO CORONA

Esta no ar, o Minuto Corona. Com vocês, a também diretora Hissa de Urkiola da seu ar de graça nestes momentos tão difíceis. 




terça-feira, 16 de junho de 2020

Eu não dava praquilo com Cassio Scapin

Cassio Scapin: 'Plateia de hoje é muito mal-educada' - Gente - iG

O Sesc de São Paulo nos brindou com uma nova peça online. Cassio Scapin faz uma homenagem a atriz Myriam Muniz. Eu não dava praquilo é um monólogo que conta a história desta atriz maravilhosa que fez cinema teatro e tv. Uma de suas últimas apartições foi no longa Nina estrelado por Guta Stresser.

Foi maravilhosa a peça. Cassio Scapin dá um show de interpretação.A direção foi de Elias Andreato. Por sinal, nota 10.

Mais uma vez, o Sesc de São Paulo prova de que a cultura existe e resiste. Ela esta firme e forte contra todas as barreiras inclusive o coronavírus.


TV CULTURA



Estive na TV Cultura no programa Persona em Foco. Ele falou sobre como era interpretar esta atriz. Um desafio enorme, segundo ele. Tive ommentos maravilhosos na terceira vez que fui a esta emissora. Um aprendizsdo nota 10.



segunda-feira, 15 de junho de 2020

Leitura dramatizada. Programa 22







MORDE SIMONE!



Participação especial da super atriz Simone Kalil. Ela faz a leitura dramatizada de uma dos textos do seu livro Morde que virou uma peça de teatro de grande sucesso nos palcos cariocas.



Não percam este vídeo que esta divino.

sexta-feira, 12 de junho de 2020

Leitura dramatizada. programa 21




Especial para esse dia dos namorado, leio  o texto O Menino Capeta. Ele é de minha autoria e escrevi para o Marcelo Caldas trabalhar com a turma do Workcine. Como não foi feito nenhum video com ele, resolvi colocá-lo aqui. A história é de um homem que briga com a namorada tudo porcausa do seu sobrinho que é um capeta.

Este video dedico a ele, Marcelo Caldas. 

Para o meu grande amor eu falo: Feliz Dia dos Namorados. 

quinta-feira, 11 de junho de 2020

Entrevista com Edi Wilson Marquez, um dos roteirista do Fé em Deus


Ao lado de Alexandre Henry, ele foi um dos roteirista do longa metragem Fé em Deus. Edi Wilson Marquez conversou com a Bauhaus Cultural. Ele além de fazer parte na equipe de roteiro deste filme, ele também esta ajudando o Alexandre na série Horas de Fúria. Confira comigo esta entrevista. 

BC: Como foi ajudar a escrever este roteiro do Fé em Deus?

EW: Um dia, durante a gravação de um projeto independente, conheci o cineasta Alexandre Henry. A gente conversou muito sobre cinema e objetivos em comum. Percebi de fato que, em  relação à sétima arte, nossos objetivos eram idênticos. Faltava para ambos, um trabalho que nos inserisse no mercado cinematográfico. Nessa época o Henry estava em vias de produzir o seu longa “Profanadores de Túmulo” e eu em fins de gravação de um longa do qual ele havia feito uma participação como ator. Alexandre Henry foi para Piraí gravar seu filme e eu fiquei bolando algo que tivesse o perfil dele. Então veio a premissa do “Fé em Deus”. Escrevi 37 páginas no mesmo dia, o que correspondia à primeira fase da trama e enviei a ele por e-mail. Alexandre Henry gostou tanto que pediu para segurar o roteiro porque ele não só iria produzir, como enriquecer a narrativa com novos personagens e ações. Por meses essas 37 páginas ficaram guardadas aguardando que ele voltasse. Até que um dia nós nos falamos por telefone e ele seguiu escrevendo a fase dois. Trabalhamos à distância, ele escrevia, mandava e eu revisava. Foi uma bela parceria e o projeto ganhou outras dimensões sob o ponto de vista dele. De certo que não foi nada fácil fazer esse trabalho, pois, algumas coisas mudavam conforme se ia rodando o filme e isso implicava  alterações no momento de gravar algumas cenas. Contudo ele é um cineasta bastante experimentado e conseguiu conduzir o filme sem ter que modificar o argumento. Na verdade escrevi tanto que já não sou capaz de precisar o que foi, o que está ou o que aguarda para ser produzido. Cinema independente é um processo difícil e lento devido às dificuldades que nos são impostas e falta de investimentos. Mas driblamos alguns desses empecilhos com muita garra e, volta e meia, conseguimos lançar um ou outro projeto.

BC: Além deste longa, quais filmes você foi roteirista?

 EW: Os que me vêm na cabeça no momento, falo dos que saíram do papel, foram os longas metragens “Sete Chaves e Uma Mensagem” (2018) com direção de Ale Barcellos;  “Atrás da Cortina” (2019) com direção geral de Marcos Wainberg e direção de cena de Waldo Piano; “Entre Laços”, ainda em fase de edição pela Three Filmes de Roque Carvalho, aliás, esse foi o último trabalho do saudoso ator Gilberto Marmorosch. Alguns curtas bem experimentais como “Reveses” (2016) com direção de João Filipecki entre tantos outros que não terei como citar sem me alongar muito.

BC: Além de roteirista, o que você faz?

EW: Sou completamente ligado ao cinema. Faço diferentes coisas dentro de um set. Lógico que não sou especialista em todas as áreas. Minha formação em cinema me dá autonomia para participar de áreas distintas, mas eu não me atrevo porque existem profissionais conceituados que se fizeram na prática. Então eu me preocupo mais em contribuir intelectualmente criando conteúdos para que possamos nos juntar e ter um trabalho para fazer. Estamos confinados, nada se move no setor, mas o bom de ser um roteirista é que estamos em movimentos constantes sem precisar sair do lugar. Nosso trabalho nasce no coração, se desenvolve na cabeça e é finalizado na tela de um computador. Precisamos de pouco para nos manter ativos.

BC: Algum projeto para este ano e o ano que vem?

EW: Eu não paro um dia sequer e estou, como já disse, em constante movimento. Então tem sempre algo sendo construído e sendo preparado para juntar meus companheiros e arregaçar as mangas. Esse ano estamos focados no piloto da nova série da Sphera Filmes Rio que o Alexandre Henry está pré-produzindo e vai assinar a direção. Trata-se do piloto premissa da série “Horas de Fúria!” que comecei a escrever em 2015. Após esse projeto eu ainda pretendo assumir a direção do longa metragem “Lutadores” que conta a história de um grupo de lutadores de telecatch dos anos 80 e os bastidores das lutas em que o principal objetivo era divertir o público. Era tudo armado, tinham os vilões e os mocinhos e o bem sempre vencia. Mas isso vai ficar para 2021. Lógico que a Sphera Filmes Rio vai assumir a produção e o Alexandre Henry a direção geral. Alguns nomes para integrar o elenco já estão na minha cabeça como Fábio Arruda, Boone Endlich, Jorge Coelho, Mag Schneider Danton Lisboa, Julyo Artaniel, Alan Viana, Paulo Fernandes e outros que sempre apoiam a mim e ao Alexandre Henry, mas tudo ainda não passa de um desejo.

BC: Uma mensagem para os fãs da Bauhaus Cultural.

EW: Aos agraciados leitores da Bauhaus Cultural, eu deixo uma mensagem positiva e entusiasmada para que acreditem sempre que o mundo vai se tornar um lugar melhor e mais justo. Todos os dias eu mentalizo dessa forma e isso me mantém otimista. Com tantas restrições que nos foram impostas, apeguem-se à leitura, aos produtos audiovisuais que estão disponíveis e principalmente à família. A soma de tudo isso traz equilíbrio do corpo e da alma. Tudo vai passar e esses momentos são apenas um aprendizado pelo qual nenhum de nós jamais passou. Paz e luz.



NÃO SE ESQUEÇA:



FÉ EM DEUS
Dia 20 de Novembro
Local: Cine Odeon. 21 horas.

quarta-feira, 10 de junho de 2020

Leitura dramatizada. Programa 20





Cheguei ao número 20. O Leitura dramatizada apresenta o Psicanalista de Jomar Magalhães. Conta a história de um paciente que tem um dilema: ele acredita que é um ser humano.

Desde ja agradeço ao Jomar e a você. Seguimos fimes e fortes nesta quarentena.



#fiqueemcasa

sábado, 6 de junho de 2020

Pour Louise ou a desejada virtude da resistência




Neste sábado, dia 6 de junho assisti a palestra da atriz Beatriz Tragtenberg. Ela falou sobre Louise Michel, uma das figuras mais fortes da Comuna de Paris. Todo o material desta palestra foi inspiração a peça Pour Louise ou a desejada virtude da resistência (vídeo acima).  Foram mostrados dados muito interessantes como depois da Comuna ter acontecido: Aprendizado gratuito para meninos e meninas, o fim da pena de morte, garantias aos trabalhadores por uma boa qualidade de vida. Tudo isso foi perdido com o fim da comuna por um golpe. O vídeo embaixo seria a palestra. Ambos tem mais de uma hora de duração. Você que esta ocioso nesta pandemia se eu fosse você, veria os dois. Desde já, agradecer ao Centro de Cultura Social. 









sexta-feira, 5 de junho de 2020

Top 10 de melhores filmes para advogados verem


Meu irmão Reinaldo Gallo é advogado. Por isso, é dele a sugestão do top 10 de filmes para advogados verem. Nesta lista, estão as palavras dele e não as minhas. Ela é uma lista para aqueles que se interessam por direito e questões judiciais.

1) Questão de Honra

"Foi o filme que me fez decidir estudar direito."Um código vermelho foi aplicado ao Soldado Santiago e com isso, ele morreu. Os personagens de Tom Cruise e Demi Morre são os advogados de defesa dos assassinos deste pobre homem.

2) Filadélfia

"Além da excelente trilha sonora Streets of Philadéfia com Bruce Springsteen, Tom Hanks e Denzel Washington dão um show de interpretação. Não é a toa que Tom Hanks recebeu o Oscar de Melhor Ator por sua atuação." A famosa história de um advogado que é demitido injustamente por ter o Vírus da Aids.



3) A Firma

"Dá para imaginar como é trabalhar sob pressão em um grande escritório de advocacia. Tom Cruise é selecionado para trabalhar em um grande escritório mas se vê dividido entre a ética da profissão e a integridade de si mesmo além de correr risco de vida"

4) Meu nome não é Johnny 

"O filme é nacional mas Cassia Kiss vivendo o papel da juíza e as suas reflexões valem a pena serem vistas." O Filme conta a história de um jovem que entra no mundo do Tráfico de Drogas e acaba sendo preso.

5) Kramer Vs Kramer

"Datado da década de 70, aborda um assunto ainda atual que é a disputa judicial pela guarda dos filhos pelo casal. Felizmente, hoje já existe a guarda compartilhada mas o assunto ainda gera muitas controversas. Merecido o Oscar para Meryl Streep"

6) Wall Street 

"Dá ao telespectador uma boa ideia do mercado de ações e das suas negociações. Destaque para a atuação de Charlie Sheen e Michael Douglas."

7) Acima de qualquer suspeita

"Excelente trama em que chega se a conclusão de que não se pode ter 100 por cento de certeza da culpabilidade do réu." O filme conta a história de um homem vivido por Harrison Ford que é acusado pela morte da amante.


8) O Mercador do Veneza

"Inspirado na obra de William Shakespeare, o filme retrata não só as origens do Direito Comercial em Veneza, como também, mostra o Julgamento de Antônio e Bassânio que correm o risco de terem uma libra de carne arrancadas dos seus próprios corpos."

9) Impacto Profundo

"Não é um filme sobre advogados ou a prática do Direito mas mostra a eficácia da Lei Marcial quando aplicada impedindo o aumento absurdo dos preços. Destaque para a atuação de Morgan Freeman como Presidente dos Estados Unidos. Importante para entender o Direito Constitucional e uma eventual aplicação da Lei Marcial" Um asteroide ameaça destruir a Terra. Cabe a um grupo de astronautas salvar o mundo.

10) O Concurso

"Não é um filme excelente ou para se guardar na estante de casa. Mas é uma sátira divertida da agonia a que se submete um candidato a concurso público. " O filme conta a história de 4 candidatos que chegam a ultima etapa no concurso para Juiz Federal: a prova oral. Porém há apenas uma vaga.

OBS: Gostaria de indicar também a série Suits "Homens de Terno" que alcançou a impressionante marca de nove temporadas,  é co estrelada por Meghan Markle, antes de se casar com o Príncipe Harry. A série retrata a rotina diária de um grande escritório de advocacia em Nova York. Vale a pena assistir!


quinta-feira, 4 de junho de 2020

Leitura dramatizada. Programa 19





Mato Grosso do Sul é destaque hoje. Fabio Arruda e eu declamamos a poesia de Manoel de Barros. Ele é considerado um dos maiores poetas brasileiros de todos os tempos. O que o Coronavírus separou, a Cultura nos uniu.


VIVA MANOEL DE BARROS!

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Leitura dramatizada. Programa 18





Leio neste video a Lenda do Primeiro Gaúcho. Um belíssimo texto que li na escola e que conta a história de um jovem que é feito prisioneiro por uma tribo indígena de nome Minuanos.



O resto não vou contar. Gostaria que todos assistissem este video.

terça-feira, 2 de junho de 2020

O que rolou de legal no Instagram no último fim de semana

Rede Globo > globo teatro - 'O Testamento de Maria' faz sessões no ...

O TESTAMENTO DE MARIA

O Sesc de São Paulo nos brindou com uma peça online via Instagram. O Testamento de Maria, monólogo da atriz Teresa Weinberg, conta a história de Nossa Senhora como ninguém. Ela narra as Bodas de Canaã até a vida de Maria pós ressureição.

PRESENTE ESPECIAL

Meu parceiro de Fé em Deus me convidou para ver a estreia online do curta de Marcio Veiga. Presente Especial é uma divertida comédia em que Fábio Arruda faz uma participação especial. A história é de uma menina chamada Camila cujos os pais esquecem a Festa de aniversário dela. Ao se encontrar com o namorado Lucas, Camila diz que estará sozinha em casa e pede para que ele vá se encontrar com ela para celebrar a data. Tem um único problema, o namorado da menina, que é um trapalhão, esquece de comprar o presente dela. É nessas horas que o amigo dele compra o presente e... já falei demais. Vejam o curta. 

Queria dar meu nota 10 a atriz Suellen Martines e ao ator Cleber Dias que faz o namorado da menina. Ele é muito engraçado.



segunda-feira, 1 de junho de 2020

Homenageados do mês de junho: Rute Gomes e Rafael Infante

Como em outras postagens em que dedicava duas pessoas, vou dedicar novamente a duas pessoas que merecem destaque: Rute Gomes e Rafael Infante.

Saiba porque dessas homenagens

RUTE GOMES


Além de ser a atriz de Fé em Deus o qual foi uma das entrevistadas deste blog, Rute Gomes é enfermeira esta na linha de frente desta guerra contra o Coronavírus. Ela tem dedicado sua vida em nome daqueles homens e mulheres internados por causa dessa doença que anda fazendo vítimas. 



Rute é a primeira a esquerda 

RAFAEL INFANTE



 Mesmo com a pandemia, Rafael Infante continua fazendo graça. Em especial, fez sua sátira voltando a fazer vídeo ao Porta dos Fundos. Esse por sinal é o melhor que eu já vi. Não parei de rir. Tanto é que neste vídeo, Patrícia Kogut deu 10 a ele.  Além de ser um ótimo comediante, é um grande amigo e um dedicado pai de família.


Eu de camisa azul ao lado do homenageado. 

sábado, 30 de maio de 2020

Leitura dramatizada. Programa 17




Leio um texto do maravilhoso André Faxas. Madame e Eliete é um monólogo muito engraçado. ele conta a história de uma amdame que vive as voltas com sua empregada de nome Eliete.

Bem, como não tenho boneca, foi o Jack, O Lanterna para fazer o papel da empregada. Se divirtam e fique em casa.

#fiqueemcasa




sexta-feira, 29 de maio de 2020

Entrevista com Fran Velho. Atriz de Fé em Deus


O Coronavírus passando e a cultura continuando. Mais uma atriz de Fé em Deus é entrevistada aqui em meu blog. Fran Velho é uma bela atriz vinda de Santa Catarina e é estrela deste longa metragem que promete. 

BC: Como foi para você fazer o Fé em Deus?
FV: Foi uma experiência INCRÍVEL. Agradeço primeiramente a Deus pela oportunidade e em seguida ao Diretor Alexandre Henry por confiar em meu trabalho e me chamar para o filme. Fé em Deus foi um mix de emoções, o convívio com elenco, produção, fiz amizades que levarei para o resto da vida, e o aprendizado entao nem se fala... somente agradecer. O Rio me abraçou e hoje é meu segundo lar.  

BC: Qual foi a cena mais difícil de você fazer?
FV: Bah, meu personagem é uma agente de polícia, então todas as cenas exigiam bastante concentração e interpretação, mas com certeza a prisão do vilão  Coringa exigiu um bocadinho a mais disso tudo.
Estou muito ansiosa pela estréia do Fé em Deus, todos nós nos dedicamos muito pra esse projeto dar certo. Agradeço pelos puxões de orelha do Alexandre, pois amadureci muito durante as gravações.

BC: O que você acha do Cinema Brasileiro?
FV: O cinema brasileiro tem um Grande Potencial...mas “ainda" não é muito valorizado no momento como os filmes estrangeiros. Temos um acervo rico, atores com uma bagagem enorme de talento e conhecimento. O cinema, assim como a literatura, a pintura, a música, o teatro, a arquitetura, é uma forma de narrativa e nenhuma sociedade pode existir sem suas histórias. Acredito no nosso Cinema Nacional e que nossa riqueza cultural ainda será muito valorizada.

BC: Quais são os seus projetos para o futuro?
FV: Atualmente estou em Otacílio Costa, Santa Catarina, junto a minha família, devido a pandemia mundial.
Tenho alguns projetos por aqui e ainda esse ano quero por em prática. Mas assim que o mundo voltar ao normal pretendo retornar ao Rio de Janeiro. Adquirir sempre mais conhecimento, e quem sabe surgindo mais trabalhos por ai possa morar definitivamente e seguir minha carreira artística. Cinema Nacional é minha paixão.

BC: Uma mensagem para os Fãs da Bauhaus Cultural.
FV: Quero te agradecer Rodrigo pelo convite, e dizer a todos que não desistam de seus sonhos. Sonhem cada vez mais alto, vocês são capazes de realizar tudo! Basta ter atitude e coragem de ir atrás. Sou do interior de Santa Catarina e a um tempo atrás não me imaginava estar na tela de um cinema...ate que aconteceu. Não tive dúvidas, tive fé e apenas fui....Acredite em você! O cinema nacional precisa cada vez mais de pessoas com vontade de abraçar a causa e acima de tudo...que seja apaixonado pela Arte.
Muito obrigada. 



Fran Velho esta com uma metralhadora de brinquedo. 



quinta-feira, 28 de maio de 2020

Novo trailer do Profanadores de Túmulos


É com grande orgulho que a Bauhaus Cultural traz para vocês o trailer do longa Profanadores de Túmulos.  Atuo no filme ao lado de meus parceiros Windson Ramos e Mag Schneider.



Making off da cena


Com direção de Alexandre Henry, Profanadores de Túmulos  tem pré lançamento para o ano que vem.


AGUARDEM!

quarta-feira, 27 de maio de 2020

Leitura dramatizada. Programa 16



Neste programa, faço a Leitura dramatizada de Turandot de Puccini. Esta Bela Opera conta a história de uma princesa que é conhecida por sua beleza mas ao mesmo tempo pro sua maldade. Para cada pretendente, ela os desafia a solucionar 3 enigmas. Se errar um, o pretendente é decapitado. Entretanto, surge a figura do herói Calaf que decifra esses 3 enigmas. O resto, só vendo no vídeo.

#fiqueemcasa

terça-feira, 26 de maio de 2020

La Loba




No Domingo, dia 24 de maio, assisti um monólogo muito interessante via Instagram chamado La Loba. Inspirado no livro, Mulheres que correm com os lobos, nossa peça é contada por um personagem de arquétipo feminino e assim, ela conta as histórias de mulheres que são símbolo do sagrado feminino.

Juliana Bazanelli é atriz além de contadora de histórias, educadora e encenadora. Ela tem um site onde da palestras sobre o tema.

MENÇÃO HONROSA



Kalevala fez um super show online no último sábado. A banda usou o link do youtube para fazer um show acústico. O resultado foi uma matinê maravilhosa. Claro! Porque enquanto eram 19 horas em Moscou, Rússia. No Brazil eram 13 horas. 


segunda-feira, 25 de maio de 2020

Entrevista com Fábio Arruda, ator do Fé em Deus


Mais um super ator que esta sendo entrevistado aqui na Bauhaus Cultural. Fábio Arruda é um dos nomes que prometem este ano. O Ator do Fé em Deus conta para nós como foi fazer este filme e relevela uma de suas paixões: A Dança!


            BC Como foi para você trabalhar no Fé em Deus?
FA: Trabalhar no longa Fé em Deus foi, com certeza, a maior experiência que tive até hoje como ator no cinema. Agradeço de todo o meu coração ao diretor e amigo Alexandre Henry pela oportunidade. Ele me fez experienciar um universo maravilhoso, rico e cheio de emoções que é o fazer cinema. Fé em Deus é uma obra rica e cheia de emoções, contrastes, realidades e principalmente fé. Escrito por  Edi Wilson Marques e Alexandre Henry, dois excelentes roteiristas. Eu sou grato a produção, que em nenhum momento economizou energia para que tudo ocorresse da melhor forma possível. O longa Fé em Deus com certeza está marcado no meu coração e sou grato todos os dias por ter trabalhado com pessoas tão profissionais e entusiasmados pelo que faz.

BC: Antes do Filme, o que você fazia?
FA: Bem, desde o ano de 2.000, tenho me dedicado a ser instrutor de teatro e dança em escolas e projetos sociais, pois como artista, sempre me questionei onde eu seria mais útil. Como ator e dançarino, sempre me senti livre no palco, mas a arte precisa ir além disso e com certeza dar aula em projetos sociais sempre foi algo que me completou. Sou muito feliz no meio da criançada e o sorriso deles vale muito a pena todo o esforço e dedicação.

BC:  Fala um pouco da cena mais difícil que você fez?
FA: Nossa, uuallll !! Para mim todas elas tiveram seu grau de dificuldade, dada a importância do projeto,  foi uma honra vivenciar cada uma delas. Mas devido ao contexto geral do tema, para mim, a cena mais chocante que participei foi a cena de violência sexual. Não posso dar mais detalhes sobre a cena porque não podemos tirar a surpresa e o suspense. Mas com certeza o tema “violência sexual” precisa ser sempre debatido e combatido. As Mulheres merecem todo nosso respeito hoje e sempre.

BC: Quais são os seus projetos para o futuro?
FA: No momento, como estamos passando por essa loucura que assola o mundo, a indústria cinematográfica também está de mãos atadas, então, qualquer projeto nesse momento fica travado. Mas sim, depois desta pandemia, que com certeza iremos superar com muita fé e união, tenho o convite do Alexandre Henry para trabalhar em seu mais novo projeto intitulado “Horas de Fúria”, uma série que certamente será um grande sucesso, escrita pelo roteirista Ed Wilson Marques em 2015, que fala sobre um vírus mortal e que uma das soluções é permanecer em quarentena, qualquer semelhança com a realidade não é mera coincidência. Serie esta que será produzida pela Sphera Films Rio. Ainda para o ano de 2020 temos outros projetos que por hora, não posso revelar detalhes.

BC: Uma mensagem para os fãs do Bauhaus Cultural
FA: Primeiramente quero agradecer a você, Rodrigo Gallo, pelo espaço para falarmos de um trabalho tão especial para mim, é uma satisfação e sou grato por isso... Aos fãs do Bauhaus Cultural, que tenham sempre “Fé em Deus” , uma vida linda, paz e boa saúde.

Ps: Quero ver todos na pré-estreia em novembro no Cine Odeon.


Fabio Arruda em cena no Fé em Deus


sábado, 23 de maio de 2020

Uma sexta bem erótica



Sarau Erótico


O Espaço Ave Vênus promoveu nesta  sexta feira o sarau Erótico. A participação de todos os músicos e poetas foi online. Eu toquei uma de minhas músicas. Ela se chama Paixão por uma Wicca. Além de mim, houve uma participação bem bacana de Maria Cecília Mansur. Ela já apareceu aqui na Bauhaus Cultural com sua peça Gôstosa.

Blé Erótica



Mesmo no fimzinho, consegui dar um pulo para ver a Blé Erótica da Blé Galeria. Tive o prazer de ver as pinturas bem como a poesia de Clauky Boom. Também rolou uma homenagem ao eterno Cairo Trindade, poeta erótico falecido no fim do ano passado. Aqui fica minha homenagem e minha admiração a este homem maravilhoso. 

NOTA DO BLOGUEIRO

O que a Pandemia nos desuniu, a internet nos uniu. Um evento aconteceu em são paulo e reuniu pessoas não só do Rio como também de Montevidéu, Uruguai. O mesmo posso dizer da Blé Erótica. A galeria funciona aqui em Botafogo. Além da Boom, pude acompanhar a dança erótica da atriz 𝔊𝔦𝔬𝔳𝔞𝔫𝔫𝔞 𝔎𝔯𝔢𝔦𝔰𝔠𝔥𝔢𝔯 e da poesia estilo cabaré de Katerina Amsler. 


Ao mestre Cairo Trindade com carinho. 

sexta-feira, 22 de maio de 2020

Coro na Quarentena



Direto de Bali da região da Indonésia, a atriz e bailarina Allegra Ceccarelli dançou para nós uma dança típica dessa região linda do Globo. No instagram: @coro.naquarentena a performer do Baubo cia Performática, fez sua performance e mostrou curiosidades sobre esta dança exótica.

Se você quiser assistir, preste atenção já que todas as apresentações são online. Acontecem sempre na Quinta-feira, 21 horas no Instagram do Coro na quarentena. Se você quiser fazer alguma contribuição, vá a este link aqui.  A quantia é livre e parte do dinheiro irá ajudar a comunidades carentes.

Mas atenção: É por tempo ilimitado. Isso mesmo.

https://www.sympla.com.br/corona-quarentena---semana-1805-a-2405__856975


quinta-feira, 21 de maio de 2020

Leitura dramatizada. Programa 15





Um texto de curta metragem inspirada em Macbeth de William Shakespeare. Mãos encharcadas de sangue é um texto escrito por mim. Ao lado da minha parceira Vanessa Fontana, cotamos a história de um homem que recebe uma visita de 3 mulheres misteriosas. Elas relatam que Cesar (eu) será o novo lider organização. Ao ouvir isso, sua esposa tem uma ideia. ela propõe a ele de matar o seu chefe.


Cartaz do que seria o curta. 

quarta-feira, 20 de maio de 2020

Entrevista com Rute Gomes. Atriz do Fé em Deus


Rute Gomes é a atriz de Fé em Deus que esta sendo entrevistada. Rute faz o papel de uma das policiais do longa. Além de atriz, ela é enfermeira e esta no campo de batalha contra o Coronavírus. Ela mostra que com muita garra, o povo brasileiro vai vencer esta pandemia. 



BC: Como foi fazer este longa Fé em Deus?
RG: Participar da equipe de produção e atuar nesse filme, foi uma experiência maravilhosa. Aprender atuando não tem igual! O filme foi longo e tivemos muitas complicações e imprevistos. Foi com o  nosso diretor Alexandre que com muita dedicação, terminamos essa obra. Esse Filme vai fazer história.. pode apostar.

BC: Queria que você contasse para a gente sobre sua carreira de atriz?
RG: Fiz teatro quando jovem. Parei e retornei 12 anos depois para tirar meu DRT. Segui trilhando caminhos para realizar meus sonhos. Já havia participado de um longa quando jovem e agora o Fé em Deus me deu esse orgulho. Ir de São Paulo para o Rio de Janeiro foi perfeito.

BC: Soube que você também é enfermeira. Como esta sendo a luta contra o Coronavírus?
RG: Estamos numa batalha constante. Mas com fé, força e dedicação, vamos superar essa pandemia e sair mais evoluídos.

BC: Quais são os seus planos para o futuro?
RG: Após toda essa crise passar, retomar meu Curso de Cinema Total, buscar novos projetos e ser feliz.

BC: Uma mensagem para os fãs da Bauhaus Cultural.
RG: Nunca desistir já que derrotas fazem parte da vida. Assim, podemos chegar a vitória. Só os fortes caem e levantam com força para mais uma nova batalha. Já passei por muitas coisas nessa vida e entendi que a melhor delas é fazer o que realmente ama. Vá a luta e siga sem pressa!

Rute Gomes em cena ao lado de Rodrigo Gallo (eu)