segunda-feira, 26 de junho de 2017

Rita Formiga

Sim meus caros, O texto é do genial Domingos de Oliveira!


A imagem pode conter: uma ou mais pessoas

Rita Formiga é uma peça escrita pelo próprio Domingos. No elenco temos a atriz Priscila Steinman e a direção é de Fernando Philbert. Claro que o próprio Domingos não poderia estar de fora. Ele dá um brilho extra a peça com a sua participação em Voz Off. Além disso, antes de começar a peça, temos o privilégio de ver o vídeo dele Império da Burrice. Um texto que ele escreveu de próprio punho onde ele fala sobre o papel do Burro na sociedade.

Sobre a peça: Rita Formiga é uma jovem atriz que esta falando no telefone com uma amiga. No telefone, ela fala sobre sua vida, seus amores e suas frustrações. O texto nos faz viajar para um Rio de Janeiro que não existe mais onde tinha o Bar do Zeppelin perto do Hotel Sheraton (fechado pela onda de assaltos no local) e o Restaurante Degrau no Leblon.

O cenário é deslumbrante. Viajamos pela filmografia de Domingos de Oliveira. Vemos raridades como filmes estrelados por Leila Diniz, Paulo José, Fernanda Montenegro, entre outros.

A peça esta em cartaz no teatro Poeirinha Sextas e sábados 21 horas e Domingos às 20 horas.


A Propósito Rita! Telefone!



sexta-feira, 23 de junho de 2017

Mais teatros estão fechando no Rio de Janeiro

Este post agradeço a duas pessoas maravilhosas que estão sempre comigo Shelia de Castilho e Suzana Pequeno.

Obituário dos teatros do Rio de Janeiro:
1) Teatro Delfim - Humaitá
2) Teatro Mesbla - Cinelândia
3) Teatro Adolfo Bloch - Glória...
4) Teatro Aliança Francesa Botafogo
5) Teatro Aliança Francesa Tijuca
6) Teatro Glória
7) Teatro Copacabana Palace
8) Teatro Villa-Lobos - Copacabana
9) Teatro Espaço 3- anexo ao Teatro Villa-Lobos
10) Sala Monteiro Lobato - anexo do Teatro Villa-Lobos
11) Teatro da Praia - Copacabana
12) Casa de Cultura do Hombu - Lapa
13) Teatro Barrashopping
14) Teatro Ariano Suassuna - Barra
15) Teatro da Barra
16) Teatro Dina Sfat - Piedade (ex-Gama Filho)
17) Teatro de Lona da Barra
18) Teatro Óperon- Ilha do Governador
19) Teatro Benjamin Constant- Urca
20) Teatro da Cidade- Lagoa
21) Teatro da Lagoa
22) Teatro Scala -Leblon
23) Teatro do IBAM - Humaitá
24) Teatro do Museu da República - Catete
25) Teatro do SENAC - Copacabana
26) Teatro Margarida Rey - Copacabana
27) Casa França-Brasil - Centro
28) Teatro Nelson Rodrigues - Centro
29) Teatro Noel Rosa - UERJ
30) Teatro Posto Seis - Copacabana
31) Teatro da Galeria - Flamengo
32) Teatro Tônia Carrero - Leblon
33) Teatro Alcione Araújo - Biblioteca Parque Estadual - Centro
34) Teatro Clara Nunes - Gávea
35) Teatro de Arena - Copacabana
36) Casa da Gávea
37) Teatro do Saara

E agora, em suspensão, Teatro Leblon - Salas Fernanda Montenegro e Sala Marilia Pêra!

Em seu perfil no facebook, Suzana Pequeno falou o seguinte: Morreram 36 teatros e nasceram mais de 100

Um fato muito triste. Ainda mais que o teatro faz parte da cena carioca. Acabar com o Teatro, é acabar com o patrimônio cultural de nossa cidade.  Um exemplo é a Casa da Gávea que foi palco a peça de meus parceiros Rafael Infante e Fernando Ceylão. O Teatro era na Praça Santos Dumont e foi inaugurado por Paulo Betti e sua ex-esposa Eliane Giardini.



Para encerrar este post, nada melhor do que lembrar de uma velha música de Milton Nascimento.




quinta-feira, 22 de junho de 2017

Família Infante

Rafael Infante esta com a bola toda! Ele não esta sozinho. Esta do lado da esposa Tatiana Novaes Infante e da pequena Lara. O novo canal do eterno Salamandra é imperdível. Nossos herói tem bom humor e enfrenta as dificuldades familiares com muito bom humor.

Bem, a lua esta realmente cheia. Com Maíra Chaken enfrentando sua primeira gravidez, Rafael enfrenta os desafios de ser pai. Acesse o link aí em baixo. Este vídeo é com toda a turma unida



www.youtube.com/familiainfante


segunda-feira, 19 de junho de 2017

Bauhaus Cultural visita o Eta


Neste feriado de Corpus Christi, A Bauhaus Cultural visitou o ETA ( Estúdio de Treinamento Artístico). Tive o imenso prazer de ver uma peça de jovens atores onde fizeram uma justa homenagem à Ariano Suassuna. Foi uma peça que comemorou os 90 anos de nascimento desse dramaturgo. Em formato de esquete, a  adaptação foi de três textos de Suassuna: O Santo e a Porca, Torturas de um Coração e o Auto da Compadecida.

O Trabalho desse grupo foi sensacional! Todas as peças foram escritas na década de 50, porém elas são muito atuais.

Quem quiser saber mais informação  do ETA, acesse:


Ou vá para a Rua Major Diogo 547, Boa Vista. São Paulo.

VOTOS DE FELIZ ANIVERSÁRIO

Desde já agradeço os votos de Feliz Aniversário. Fiquei muito feliz com Comemorei em grande estilo em um Restaurante Japonês no bairro da Liberdade (foto). O Nome do Restaurante é Itidai

Obrigado à todos!



quinta-feira, 15 de junho de 2017

Liesa suspendem o Carnaval 2018

Bomba!

A Liga das Escolas Independentes suspenderam o Carnaval 2018. A justificativa foi que o Prefeito do Rio de Janeiro Marcelo Crivela cortou 50 % do dinheiro para a realização do espetáculo.

Segundo o prefeito, a justificativa é que parte dessas verbas devem ir para as creches sustentadas pelo município.

Fico chocado com esta notícia. O maior espetáculo da Terra está ameaçado!  O Carnaval é alegria  A festa do povo brasileiro.

Peço a Deus que tenham bom senso e que o Crivela pague o Fomento Cultural e negocie com as Escolas de Samba.

Não deixe o samba morrer.


terça-feira, 13 de junho de 2017

Top 10 Índios.


Uma flor de hortência para lembrar a vocês que vamos ter top 10 de natureza. Em especial, este top 10 é dos índios. Eles que foram os primeiros habitantes de terras brasileiras bem como de todo continente americano. Nada mais justo que falar sobre eles.

1) Hans Staden. Brasil

O filme é inspirado no livro do explorador alemão Hans Staden. Ele foi o primeiro a relatar como eram as condições dos índios no Brasil. Sua aventura por aqui vai desde a sua captura até sua volta para casa.

2) Xingu. Brasil

Um outro filme brasileiro conta a saga dos irmãos Villas Boas. Seu contato com os índios foi importante para o surgimento do Parque Nacional do Xingu. O filme é inspirado no livro A Marcha para o Oeste.

3) Dança com Lobos. Estados Unidos

O belíssimo filme atuado e dirigido por Kevin Costner fala sobre os Sioux. Um povo indígena de terras norte americanas.

4) O Último dos Moicanos. Canadá, Estados Unidos e Reino Unido.

Com uma belíssima fotografia, o filme conta a história de um pai e seus dois filhos. Todos eles são moicanos. Sua visão do absurdo da guerra entre os franceses e os ingleses e o ódio do índio Mágua. Escutem a trilha sonora. Maravilhosa!


5) O Abraço da Serpente. Colômbia

Por pouco este filme não ganha o Oscar. O filme conta duas histórias bastante diferente onde dois exploradores em busca de uma flor rara.

6) O Retorno. Estados Unidos

O filme que deu o Oscar para Leonardo Di Caprio conta a saga de uma pai em busca de vingança pela morte de seu filho mestiço.

7) Brasil Vermelho. Brasil e França

Um belíssimo filme que conta a formação da cidade do Rio de Janeiro através da visão francesa e dos índio. O filme também conta a história de uma amor impossível de dois irmãos.

8) Mar de Fogo. Estados Unidos

Um belíssimo filme que conta a história de um cowboy mestiço e seu cavalo Mustang. eles têm que fazer uma corrida perigosa pelo deserto do Saara.

9) Fritzcarraldo. Brasil e Alemanha.

Werner Herzog dirige este clássico filme onde ele conta a história de um homem que quer fundar uma Ópera em plena Floresta Amazônica. Klaus Kinsni é o ator que dá vida ao personagem título. No elenco estão atores saudosos da terra brasilis como Grande Otelo e José Lewgoy.

10) Cristovão Colombo, a aventura do Descobrimento. Estados Unidos

Tom Selleck, Marlon Brando, Catarina Zeta Jones e George Corraface são os atores deste aventura de Colombo para terras latino americanas. Quem gosta de história, vai gostar desse filme.


ATÉ A PRÓXIMA CAMARADAS!

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Somos todxs Olga


Uma peça que faz você pensar. Pela segunda vez, Alessandra Cavagna encarna em Olga Benário Prestes. Para aqueles que não sabem Olga foi uma judia comunista que fugiu da Alemanha para se ingressar na União Soviética. Lá, ela conheceu seu grande amor, Luiz Carlos Prestes. Ambos participaram da Intentona Comunista. Movimento que foi atacado ferozmente pelo Governo de Getúlio Vargas. Presa, Olga é deportada para a Alemanha Nazista.

O monólogo conta os últimos momentos de Olga até sua morte na câmara de gás. A peça lembra que todas as mulheres valentes são Olga. Elas lutam todos os dias em busca de um lugar ao sol. Esta é uma mensagem não só para as mulheres mas para todas as pessoas que acreditam em um futuro melhor.

HASTA LA VICTORIA SIEMPRE.

HAY QUE ENDURECER PERO SIN PERDER LA TERNURA JAMAS!