terça-feira, 18 de setembro de 2018

ENTREVISTA COM O CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL SÉRGIO WEYDT



ENTREVISTA COM O CANDIDATO A DEPUTADO FEDERAL SÉRGIO WEYDT

Filiado ao PSL, O Candidato a Deputado Federal Sérgio Weydt é o primeiro a ser entrevistado pela Bauhaus Cultural. Ele é Oficial da Reserva da Força Aérea Brasileira, onde fez sua carreira militar. Mesmo sendo um blog apolítico e cultural, ele concordou em ceder esta entrevista para mim.

1. Você é do mesmo partido do candidato Jair Bolsonaro. Em seu discurso, o presidenciável disse que iria acabar com os Ministérios da Cultura e da Educação. Como o senhor vê isso?

R1 – O objetivo do candidato é melhorar o desempenho da máquina pública, aglutinando atividades afins, reduzindo despesas e evitando o desperdício.
Ele não vai atuar apenas nos Ministérios da Cultura e Educação, mas em todos os Ministérios que possam ter suas atividades aperfeiçoadas.
Especificamente, em relação à cultura, o novo Governo continuará dando a mesma importância que sempre mereceu. Aliás, As Forças Armadas são exemplo de instituições que preservam e incentivam a manutenção e diversificação da cultura brasileira. Não há porque preocupar-se.

2. O que o senhor se define um candidato de direita ou de extrema direita e por quê?

R2 -  Defendemos um estado mínimo e eficiente, que não desperdice os reduzidos recursos disponíveis; a redução da carga tributária e da excessiva regulamentação que penaliza as empresas brasileiras, gerando o famigerado custo Brasil e reduzindo a competitividade de nossas empresas; defendemos o respeito às crenças religiosas e a família como elo essencial para a formação do caráter dos indivíduos. Essas são algumas das minhas posições principais, sem me preocupar com as definições tradicionais de direita e esquerda.

3. Você gosta do Cinema Brasileiro?

R3 - O cinema brasileiro é rico em criatividade e oferece uma variedade de obras que retrata uma identidade própria, sem a necessidade de recorrer ao uso excessivo de tecnologia, como ocorre em outros países. Tenho orgulho do trabalho que vem sendo desenvolvido pela Classe Artística. Temos inúmeras comprovações desse ótimo trabalho que vem sendo desenvolvido, com o destaque internacional de nossos artistas, diretores e suas obras.

4. Quais são seus projetos para a Gestão Cultural?

R4 – Da mesma forma que as demais áreas do governo, a área cultural também deve ser gerida por pessoas com grande experiência e reconhecimento da categoria.
Nos últimos anos, infelizmente, a aplicação de recursos do governo destinados à divulgação e ao aprimoramento da cultura tem sido severamente influenciado pelo viés ideológico, beneficiando obras e artistas que não necessariamente representam o verdadeiro espírito da arte, assim como, propiciaram o subsídio de obras e artistas que não se enquadravam no objetivo principal da lei Rouanet. Isto precisa ser melhor avaliado, de forma que artistas que realmente necessitam do apoio do governo sejam contemplados.
A cultura deve ser incentivada em programas permanentes que visem despertar o interesse de toda a população, desde os jovens até os mais idosos.

5. Você acredita que o corte de verbas da saúde, educação e Cultura vai melhorar o Brasil?

R5 - O que vai melhorar o Brasil não são cortes específicos em uma ou outra área, principalmente nessas citadas, que são importantíssimas.
O Brasil necessita, urgentemente, de uma ampla reforma fiscal , que somente ocorrerá com um congresso responsável e que esteja disposto a rever a Constituição e organizar o orçamento geral da União de acordo com prioridades que realmente atendam às demandas da sociedade.
Os próximos governos deverão ter a coragem necessária para enfrentar os problemas crescentes e inadiáveis - a gigantesca dívida interna, os péssimos serviços prestados pelo Estado, a própria crise de financiamento do Estado e a falta de projetos de Estado para o desenvolvimento a médio e longo prazos, que inviabilizam um processo de desenvolvimento econômico e social sustentável.
Nosso orçamento se tornou uma peça de ficção científica, não traduzindo a realidade das políticas e dos gastos públicos.
Enquanto não tivermos um governo que disposto a enfrentar esses problemas de frente, estaremos fadados a constantes “pedaladas fiscais”, que tornarão o Estado brasileiro ingovernável.

6. Você quer deixar uma mensagem aos leitores da Bauhaus Cultural?

R6 - O atual modelo político do Brasil está esgotado. O “toma lá da cá” nos levou a um abismo quase irrecuperável, onde os governantes estão reféns de mesquinhas trocas de interesses.
O novo governo será composto por pessoas descompromissadas com a política e que serão  escolhidas exclusivamente pela meritocracia - sólida formação acadêmica, reconhecida capacidade e competência administrativa e de gestão, com o objetivo de conduzir o Brasil ao merecido lugar no concerto das nações.
A cultura terá à frente pessoas de altíssimo quilate e novos horizontes surgirão para todos os brasileiros... esse é o resumo do governo trazido pelo nosso candidato, Jair Bolsonaro.

AGRADECIMENTOS


Novamente, pude contar com a ajuda da atriz e diretora Rosa Soahre. Desde já agradeço sua ajuda para a realização da entrevista

segunda-feira, 17 de setembro de 2018

Antígona, uma tragédia humana

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Um grupo de jovens atores liderados pela eterna musa do Zorra Total, Luciana Coutinho. No último fim de  semana passada, vi este grupo talentoso chamado Cia Sonho Cultural apresentar a peça Antígona de Sófocles. Eles fizeram uma peça bastante interessante onde se começa fazendo um pequeno resumo da peça Édipo Rei. Logo a seguir, Antígona é apresentada. No meio do espetáculo, um jovem ator vestindo paletó fala sobre curiosidades sobre a peça escrita a milhões de anos (Antes de Cristo).

Luciana Coutinho não para por aqui. ela irá reestrear a peça Solidão, que Nada em breve na Barra da Tijuca. O espetáculo estava em cartaz no Teatro da Cândido Mendes.

ESPERO VER A PEÇA!

A imagem pode conter: 1 pessoa

sexta-feira, 14 de setembro de 2018

Falta de solução para o assassinato de Marielle é inadmissível e o caso não pode ficar impune | Anistia Internacional

Falta de solução para o assassinato de Marielle é inadmissível e o caso não pode ficar impune | Anistia Internacional: Mobilização em todo o mundo cobra Estado brasileiro por falhar na investigação adequada do assassinato de Marielle Franco


Nada foi esclarecido no caso da Vereadora Marielle Franco. Passaram seis meses do ocorrido! 6 MESES! Para juntar forças, a Anistia Internacional esta fazendo um abaixo assinado para que as investigações desse assassinato brutal continuem. O povo quer saber quem matou Marielle. O povo quer saber e pede justiça.



Se voce pensa como eu, assine o abaixo assinado da Anistia Internacional. 

https://anistia.org.br/entre-em-acao/email/acao-urgente-justica-para-marielle/

terça-feira, 11 de setembro de 2018

O Jantar - Peça de teatro

A imagem pode conter: 5 pessoas, pessoas sentadas e texto


A Peça conta a história de Alma, uma empregada que é acusada injustamente de ter roubado sua patroa. O Texto é ambientado na década de 80. Porém o que vemos é uma situação que ainda acontece em nosso país:  falhas no sistema judiciário, a tortura, o cárcere privado e muitos outros problemas sérios.

Temos muitas Almas, Marias e tantas outras empregadas que sofrem o preconceito de maneira terrível. Não adianta tapar o sol com a peneira. É preciso enfrentar de frente estas questões presentes em nossa sociedade. Estamos em período de eleição e cabe a nós pesquisarmos melhor sobre os nosso candidatos para Deputado Estadual, Federal, Senador, Governador e Presidente.

A peça foi apresentada este dia e no dia 25 de agosto no teatro dercy Gonçalves. Em breve, a produção vai reapresentar ela em outros lugares da nossa cidade. FIQUEM LIGADOS.

PARA ENCERRAR ESTE POST NADA MAIS JUSTO QUE APRESENTAR O ELENCO E A PRODUÇÃO. 

PERSONAGENS / ELENCO


Alma - Natália Lima
Branca - Daiana Drugoff
Mira -  
Sorys Velloso
Marta - Sara Navarro
Kitéria - Glaucia Almeida
Delegado - Bernardo Baumann
Policial - Charles Scottá
Marcos (Irmão de Branca)/ Porteiro - Marcos Vinicius Carvalho 
Presidiárias -  Marcya Alves, Glaucia Almeida e Sara Navarro. 

DIREÇÃO GERAL
MATHEUS GUELSI


PRODUÇÃO 
ARTE KYRA KAHU


TEXTO
KYRA KAHU

TRILHA SONORA:FRANCISCO PONS 

segunda-feira, 10 de setembro de 2018

Pequenas Sagas Nordestinas


CTI,  Companhia de Teatro Independente nos brinda com mais um espetáculo dirigido pelo gênio Ribamar Ribeiro. Pequenas Sagas Nordestinas é uma peça que junta histórias de romances inesquecíveis da literatura nordestina. Um bom exemplo é Vidas Secas de Graciliano Ramos. A esquete se chama Baleia. Todos nós conhecemos esta triste historia da cadelinha que de tão magra e doente, seu dono teve que sacrifica-la. 

Mas do que um espetáculo,  este trabalho é um desafio.  Juntar partes de best-sellers de grandes autores nesta peça,  é bastante dificil. Muitos de nós,  não temos tempo para lermos os grandes clássicos. Este trabalho nos ajuda a conhecer melhor nossos autores. Uma missão muito especial. Ribamar Ribeiro ainda me ensina!

Teatro Café Pequeno. Sábados e Domingos.  20 horas. Vai até dia 30 de Setembro. 

sexta-feira, 7 de setembro de 2018

Procópio

LEI 174:


  1. Os relógios de ponteiros devem ser substutuídos pelos digitais. 
  2. Fica proibida qualquer manifestação artística que vai desde teatros de rua, shows, cinemas e performances (Anexo a esta lei: TODO ARTISTA É UM FORA DA LEI!)
Em um futuro não definido, um homem esta fugindo da polícia. Ele se esconde em um teatro abandonado de nome Procópio. O que ele não sabe é que um mendigo mora lá. Este morador de rua vive de furtar carteiras para comprar comida. Enquanto um esta ameaçando o outro de dar uma surra para ele sumir da frente dele, o outro pede abrigo.

Neste ambiente em que os ânimos estão exaltados, surge um diálogo entre eles. Com esta peça você irá descobrir porque esta lei esquisita os prejudicou. Com esta peça, você irá ver que eles podem sucatear o palco, mas não podem destruir destruir o teatro. 

Uma peça para a gente pensar. Se a cultura esta sendo sucateada e nada for feito, ela será ainda mais prejudicada. Talvez, se a Ditadura retornar (espero que não volte), leis como esta lei fictícia 174, entrarão em vigor. 

PROCÓPIO
SESC COPACABANA
QUINTAS, SEXTAS E SÁBADOS 20:30
DOMINGOS 19:00 


DIREÇÃO: DANI BARROS

TEXTO CARLA FOUR

ATORES: PAULO GIANINNI E KADU GARCIA

quinta-feira, 6 de setembro de 2018

Top 10 de atores estrangeiros que trabalharam com diretores brasileiros




Atores maravilhosos que fizeram ou fazem sucesso no cinema mundial! Sim! Eles trabalham com diretores brasileiros. Vamos ver esta lista maravilhosa.

1) Jerry Lewis. Até que a Sorte nos Separe 2.

Nosso saudoso Jerry Lewis fez uma participação muito especial fazendo um bellboy bem engraçado. Como sabem, esta é a segunda aventura do casal Tino e June. O tio de June acaba morrendo e faz um pedido para ambos, sus cinzas devem ser jogadas no Grand Canyon.

2) Miranda Otto e Treat Williams. Flores Raras

Miranda Otto é Elizabeth Bishop neste belíssimo filme que tem a participação de Treat Williams. Uma bela história de ator entre a poetisa e a paisagista Lota de Macedo Soares. (Glória Pires). 

3) Paz Vega. Não pare na Pista

A atriz espanhola esta neste filme que conta a história de uma dos maiores escritores brasileiros de todos os tempos: Paulo Coelho.

4) Nicola Siri. Nosso Lar.

O ator italiano faz uma ponta neste lindo filme que é inspirado no livro psicografado por Chico Xavier pelo espírito de André Luiz. 

5) Vicent Cassel. O Filme da Minha Vida.

O ator francês brilhou neste filme dirigido pelo Selton Mello. Neste drama, protagonizado por Johnny Massaro, relata a angústia de uma família com o sumiço do pai. Nosso herói descobre a localização do pai ao descobrir que ele é projetista de um cinema.

6) Gael Garcia Bernal e Rodrigo de la Sierna. Diário de Motocicleta. 

Inspirado em um livro escrito por Che Guevara, o filme conta a história de Ernesto e Alberto que vão de moto pela América do Sul de Buenos Aires até Caracas na Venezuela. 

7) Ralph Fiennes e Rachel Weiss. O Jardineiro Fiel.  

O filme é dirigido por Fernando Meirelles e conta a história de um embaixador e sua paixão pela esposa. Um dia, ela é assassinada misteriosamente. Seu dever é descobrir quem a matou.

8)  Samuel Lee Jackson, Gary Oldman, Joel Kinnaman e Michael Keaton.  Robocop.

Dirigido por José Padilha, o filme é um remake do super clássico da década de 80 de mesmo nome. Como sabem, logo depois de morrer, Alex Murphy se torna um ciborgue para combater o mal.

9) Michael Sheen e Rooney Mara. Trash

Os dois atores fazem dois missionários( ele é padre e ela uma professora de inglês). Ambos trabalham em uma comunidade carente. Nesta favela,  3 garotos são grande amigos. Seus nomes são Rato, Gardo e Raphael.  Um dos garotos encontra uma carteiro cheia de dinheiro. Porém, ele vai se meter em uma grande encrenca.

10) Lizza Mirelli. Dzi Croquetes.

Lizza Minelli participa deste belíssimo documentário de Tatiana Issa. Ela fala de sua amizade com um dos Dzi. Para aqueles que não sabem, os Dzi Croquetes foi um grupo de performance. Considerados os primeiros do Brasil.

ATÉ A PRÓXIMA CAMARADAS!

terça-feira, 4 de setembro de 2018

La BellaVulva: O Dia em que Vanessa Fontana fez um homem


Não pude ignorar esta transformação perfeita de Vanessa Fontana. Saiu o vídeo em que nossa atriz se fantasia de homem para o segundo episódio do BellaVulva. O resultado é muito engraçado. Veja aqui as fotos que ela cedeu ao blog antes e depois da transformação.




O rapaz de camisa preta é nossa atriz. Do lado, coloquei a foto de Vanessa de meio corpo. ( A foto da mulher feia é Vanessa no Profanadores de Túmulo)

segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Decopulagem


Com figurinos de Clarice Rito Plotkowski, Performance de Aline Bernardi, Musica de Renato Frazão e Luiza Borges, O Rampa, Lugar de criação foi palco de um show maravilhoso. Decopulagem é uma performance que acaba de virar livro. Ele foi escrito pela própria Aline e contou com a ajuda de internautas que tem acompanhado maravilhados o trabalho dela para fazer este show. Logo depois, houve um animado coquetel.

Mas do que uma performance, o espetáculo foi feito de forma bastante artesanal com folhas espalhadas pelo palco, além de interação com o público. 

Acompanho por um bom tempo a carreira de Aline Bernardi. O que posso dizer é que este trabalho que ela faz é lindo. Não tenho palavras para descrever.

Você pode ajudar a Aline no lançamento do seu livro. Acesse o benfeitoira. 





NOTÍCIA TRISTE. MUSEU NACIONAL

No ùltimo domingo, perdemos um Museu de suma importância para o nosso país. O Museu Nacional do Rio de Janeiro pegou fogo acabando com 200 anos de História. A perda desse museu não foi algo trágico para o Brasil  mas sim para a toda a humanidade. Quero deixar a minha homenagem e pedir força aos funcionários que se esforçavam para manter o museu aberto.

sábado, 1 de setembro de 2018

Homenageados do Mês de setembro: Foguetes Maravilha


FAZ 10 ANOS QUE ELES COMEÇARAM E HÁ 10 ANOS, ELES FAZEM A GENTE MORREM DE RIR! FOGUETES MARAVILHA SÃO OS HOMENAGEADOS DO MÊS. 

Alex Cassal é o diretor e dramaturgo da Cia de teatro. Neste mês que eles estão no Teatro Sergio Porto, o grupo tem feito muito sucesso. Como já falei aqui, eles estão com a peça Mortos Vivos. Mas se preparem que neste mês, o grupo vai apresentar um repertório das peças que eles fizeram.

CARÍSSIMOS BATAM PALMAS PARA ALEX CASSAL, STELLA RABELLO, FELIPE ROCHA, LUCAS CANAVARRO, RENATO LINHARES E MARINA PROVENZANNO. OS FOGUETES MARAVILHA.

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Melisa Zulberti no Brasil

A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas em pé

O Desafio foi grande mas Melisa Zulberti conseguiu. A bailarina, coreógrafa, artista plástica e diretora argentina veio ao Brasil para fazer uma residência na Casa Rio. O evento Portas Abertas apresentou uma espécie de performance onde cinco performers estão dentro de uma bolha.

Os sentimentos, de quem fica fora da bolha. são inúmeros. Pessoas com vontade de rompe-la ou de interagir com eles. São vários pensamentos que são seguidos mas um específico perneia a mim. A Bolha é uma prisão onde a visão e a locomoção são limitados. talvez, isso é o que as ditaduras latino-americanas têm feito, aprisionar o povo em uma bolha para que não vejam os fatos como eles são. O jeito para nos livrarmos desta cadeia, é romper com a bolha.

Tive o prazer de rever uma amiga muito querida nos tempos do Chapitô. Stella Brajterman me apresentou uma atriz e historiadora de nome Joana Poppe que estuda sobre ditaduras na América Latina. Nossa conversa foi muito interessante. Ela alega que todo tipo de Governo autoritário é prejudicial ao País. Segundo esta historiadora, as ditaduras da Argentina e do Chile foram as mais violentas.

Hoje e Amanhã, a performance irá acontecer! 20 Horas na Casa Rio. esta é sua oportunidade de romper com a Bolha!

A imagem pode conter: 1 pessoa, close-up

Melisa Zulberti esta no Brasil por um curto período de tempo. Ela irá apresentar esta performance na Europa. Espero que ela volte o quanto antes.

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Entrevista de Fabio Costa, candidato a Dep. Estadual pelo PSD.



Este é o terceiro candidato a deputado estadual entrevistado na Bauhaus Cultural. Fabio Costa é candidato pelo PSD, o mesmo de Índio da Costa. Com a ajuda de Rosa Soahre*, fiz a entrevista. 

Fábio de Oliveira Costa, 48 anos, nascido em 9 de maio de 1970, casado, 4 filhos, carreira de administrador há 25 anos e há 10 anos na política. Nascido no Rio de Janeiro, morador do bairro Curicica, em Jacarepaguá. Em 2016 foi candidato a vereador pelo PRP.

1)     Quais são seus projetos para a área cultural no nosso Estado?
Em primeiro lugar, é preciso rever as regras de Lei de Incentivo à Cultura. Tenho alguns projetos como Concurso de Fotografias com “premiação”, Concurso de Redação para estudantes do ensino Fundamental e Médio com “premiação”, Oficinas de Reciclagem, criação de uma Biblioteca e aulas de informática para cidadãos de baixa renda e alunos de escolas públicas. E buscarei patrocínio com empresários da região.

2)    Como você sabe, a área cultural da Barra e do Recreio tem poucas atividades culturais. Qual é seu projeto para essas áreas?
Além dos citados acima, tenho um projeto de manter online os fazedores de cultura (movimentos vindos das periferias, pontos indígenas, de Matriz Africana, povos de terreiros e os milhares de arranjos e coletivos das bordas) para que possam simplificar o contato, a união e o engajamento. Criando um grupo de trocas e serviços, que possam explorar as potencialidades de nossa cultura e nossa diversidade cultural.
E temos também um projeto de Preservação do meio ambiente, com orientação a limpeza e mobilidade entre frequentadores das praias e lugares públicos.

3)  Como você vê o não pagamento do fomento cultural?
Fomentar a cultura é fomentar o Futuro e nosso desenvolvimento no setor. Quero debater com os integrantes de movimentos culturais, afim de simplificar e desburocratizar os processos de prestação de contas, para chegarmos a um consenso sobre o que podemos fazer para resolver esse problema da falta de repasse de recursos. A corrupção dá uma infeliz contribuição para isso. Essa verba é Federal e o Governo do Estado do Rio é o responsável. Trabalhando na Câmara terei autonomia para acompanhar, fiscalizar e cobrar do Governo essa questão.

4)   Como será sua relação com o Novo Governador no caso de ser eleito?
Apoio Índio da Costa, e espero que ele seja eleito. Mas, independente de quem for, espero que tenhamos a mais transparente relação possível, sempre usando o diálogo racional. Visando o bem do nosso Estado. Sendo eleito, uma das minhas principais funções será fiscalizar as contas do governo estadual, e farei isso pensando unicamente no Rio de Janeiro e nos seus cidadãos.
     
5)    Você acredita no fim da crise fluminense?
Acredito piamente, pois se não acreditasse, jamais me candidataria. Nosso Estado tem muita riqueza natural e muitos cidadãos honestos e trabalhadores, e isso fará a diferença nesse processo. Será a longo prazo, e um grande desafio, mas só com dedicação, honestidade, renovação na Câmara e muito trabalho é que reverteremos esse quadro.

6) Gostaria de dar um recado aos leitores da Bauhaus Cultural?
Se Deus me conceder o privilégio de ser eleito deputado estadual, um dos meus objetivos é deixar um canal aberto no meu gabinete aos cidadãos para podermos trabalhar juntos para que nosso Estado volte a ser um dos melhores do país para se viver. Acessem meu espaço no Facebook http://www.facebook.com/fabiocostadepest/ , que possui informações sobre minha campanha e plataformas. Um cordial abraço a todos.
Parte superior do formulário

Parte inferior do formulário













*Rosa Soahre é atriz e diretora de filmes. Atualmente, trabalha como assessora do candidato Fabio Costa

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Kolpert.


Hoje finaliza uma das peças da Mostra Metastase. Kolpert é uma peça que dá o que falar. Inspirado no Underground e em filmes cults como Festim Diabólico, a peça conta a história de um casal que faz uma brincadeira com dois amigos. Eles alegam terem matado um homem. O suspense começa a encomodar a todos já que um deles começa a não achar divertido esse jogo. Tudo pode acontecer nesta tragicomédia que além de divertir, tem um final surpreendente. Se você quer assistí-la, hoje é o último dia!!!!!!!

Anota aí

TEATRO MUNICIPAL CAFÉ PEQUENO

HORÁRIO: 20 HORAS.

CENSURA: 18 ANOS. 


 A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas e barba

Lembrete: Este é o último fim de semana da Mostra. E Agora: O Mundo! Esta em cartaz no Laurinda Santos Lobo. Sextas e Sábados, às 19:30. Tente chegar cedo para pegar um bom lugar.

terça-feira, 28 de agosto de 2018

Profanadores de Túmulos. SAIU O TEASER.


Saiu o teaser do longa metragem de Alexandre Henry. Profanadores de Túmulos esta com uma música bem arrepiante. Quem gosta de filmes de terror, será um prato cheio.

O elenco, vocês já conhecem: Vanessa Fontana, Wanessa Bonelli e grande elenco estão prontos para darem a vocês bons sustos.

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

Mortos Vivos. 10 anos de Figuetes Maravilha

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

ATENÇÃO! O APOCALIPSE ACONTECEU! O FOGUETES MARAVILHA PEDEM PARA QUE TODOS VÃO AO TEATRO PARA UM CONFERÊNCIA PARA COMO SOBREVIVER AA UM ATAQUE ZUMBI.

Comemorando 10 anos de exiastência. Stela Rabello, Felipe Rocha, Lucas Cannavaro e Renato Linhares são um grupo de palestrantes que convidam toda a platéia para uma conferência muito louca de como sobreviver a um ataque zumbi. O espetáculo é uma comédia Cyberpunk, o mesmo subgênero de Namíbia não!, onde nossos anti-heróis estão aqui não para nos ajudar e sim para nos confundirmos.

De fato, o que a peça tenta nos alertar de  como somos Mortos Vivos. Isso mesmo, faz com que nos reflita sobre a banalidade do mal onde a violência nos faz sermos perversos com o próximo. Seria o homem comendo o homem. O poder, mesmo que temporário, nos torna torturadores.

Esses dias serão de festa no Teatro Sérgio Porto. a peça vai até dia 17/09. Sábado, domingo e segunda às 20:30. Acompanhem os Foguetes maravilha porque lém da peça, haverá novidades. 

https://www.facebook.com/foguetesmaravilha/?ref=br_rs

sábado, 25 de agosto de 2018

Metastase - Mostra de Dramaturgia Alemã 2.0

EM DOIS LUGARES NO RIO DE JANEIRO AGORA PERTENCEM A ALEMANHA.

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e close-up

O Festival de Teatro Alemão esta dando o que falar nesta cidade. Tive a honra de ver a peça E Agora: O Mundo! Um monólogo que conta a história de uma jovem que faz um vídeo contando sobre a sua vida. Entre a mistura de Vodka e Red Bull e o uso de uma calça muito sexy, a personagem vive entre o limite da loucura e da realidade. Uma peça com um final bastante imprevisível!  Uma outra peça chamada Mansão Dolorosa também esta em cartaz. Só que ainda não tive o prazer de vê-la. Ambas as peças estão no Centro Cultural Laurinda Santos Lobo em Santa Teresa. Rio de Janeiro. Sextas e sábados, 19:30. Mansão Dolorosa acaba esse fim de semana. E Agora Mundo acaba dia 1 de setembro. Ainda tem tempo de você ver essa peça!!!!!!!!!!!!

Kolpert esta em cartaz até o dia 29/03. Terças e Quartas no Teatro Café Pequeno. às 20 horas. Eu irei ver a peça e postarei ela aqui. 

COMIDA ALEMÃ

Tive o prazer de me deliciar com uma gostosa comida alemã. No Laurinda, um grupo de alemães erradicados em Santa Teresa faz um gostoso Quiche de Legumes por apenas 10 reais. Se você também gosta do Salsichão tem dois tipos: um feito com carne de porco e o outro com boi. Ele vem acompanhado de um delicioso molho apimentado. Delícia!!!!

sexta-feira, 24 de agosto de 2018

7 Mulheres e 1 Improviso

                                                                                                                                                                     
                                                                                                               

 Um espetáculo divertidíssimo que juntou 7 mulheres de grande talento no palco. Ontem( dia 23 de agosto), pude assistir 7 mulheres e 1 improviso. Uma peça com a participação de Mariana Cabral (foto com Ary Aguiar Junior), Thais Belquior, Thaisa Damous, Thaty Taranto,Castorine, Ingrid Klug e Raíssa Xavier. Raphael Ganhem foi o mestre de cerimônias dessa divertida comédia. O teatro dos 4 foi pequeno para tanto humor. Casa cheia em plena quinta feira, vocês já viram. Mas o grupo promete! Elas irão voltar em breve. Estamos esperando!!!!!!!!!!!!!






quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Marcelo Queiroz. Candidato a Deputado Estadual pelo PP


O segundo Candidato para Deputado Estadual a ser entrevistado é Marcelo Queiroz do Progressista. A convite do blog, ele aceitou em ceder uma entrevista para falar sobre Cultura.

MARCELO QUEIROZ
11015

Sobre o candidato:

MARCELO QUEIROZ é advogado pela Pontificia Universidade Católica do Rio de Janeiro e pós-graduado em Direito Fiscal também pela PUC-Rio e em Gerência e Gestão de Projetos pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).
• Cursou o Strengthening Political Youth Organizations, da Fundação Friedrich    Naumann Stiftung, na Alemanha.
• Mestrando em Economia.
• Ex-aluno do Colégio Santo Inácio.
• Ingressou na política pelo Movimento Estudantil, atingindo a Presidência do Diretório Central de Estudantes da PUC-RIO em 2007.
• Foi um dos criadores do Movimento ”Ficha Limpa”.
• Foi o Vereador mais jovem na Legislatura 2012/2016 da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.
• Exerceu o cargo de Secretário de Administração da Prefeitura do Rio de 2015 até o fim de 2016, tendo alcançado, entre outras conquistas, expressiva economia nas contas públicas com o aprimoramento dos processos e transparência.
• Economizou 140 milhões de reais em dois anos, saldo que possibilitou a construção de 40 clínicas da familia.
• Não se candidatou à reeleição por problemas de saúde (submeteu-se a cirurgia de transplante de rim).
• Fundador do Instituto Grupo de Apoio ao Transplante de Órgãos (G.A.T.O.), e Defensor dos Animais parceiro da ONG Quatro Patinhas.



1) Fale sobre a sua parceria com o Vice Governador Francisco Dornelles. 

MQ: Na verdade, eu comecei a trabalhar com o Vice Governador Francisco Dornelles quando eu saí da faculdade. Eu fiz um trabalho grande na faculdade sobre Microempreendorismo individual (que foi, na verdade, uma lei na qual o Dornelles foi relator) e aí com isso, eu comecei uma parceria com ele. O fato é que Dornelles é o meu maior líder e é a ele a quem eu devo o meu mandato de vereador e é nele quem eu me inspiro na política.

2) Quais são seus projetos para a área de cultura senhor deputado?

MQ: Na verdade, eu acho que na questão da cultura, como deputado, se precisa dar uma revisão na forma de distribuição da lei de Incentivo à Cultura. No meu ponto de vista, você tem grandes espetáculos que não precisam tanto dessa lei e recebendo muito dinheiro. E tem muita gente boa, trabalhadora, que precisa de um aporte mínimo para os seus projetos que não têm direito (ou que não conseguem patrocínio). Acho que hoje o mais difícil é você arrumar os patrocinadores e a disposição desses patrocinadores. Normalmente, eles focam nos grandes eventos (com toda a razão). Acho que tem que se criar uma espécie de cota mínima para os pequenos eventos que acontecem em outras cidades do interior do Estado, ou mesmo, na Zona Oeste e Zona Norte do Rio. Deve se incentivar também os eventos que não têm ingressos com valor muito alto, ou mesmo que não são grandes peças. Eu acho que tem que dar uma distribuída melhor nos recursos conseguidos com a Lei de Incentivo à Cultura. 

3) Você gosta do Cinema Brasileiro?

MQ: Eu gosto muito, curto Bastante.  Eu costumo assistir a quase todos os filmes que vão para as telas. Eu acompanho. Eu acho que agora gente tem lutar pelo nosso primeiro Oscar brasileiro. Eu sei que o Oscar é um produto Americano mas, acho se o Brasil ganhasse, faria uma grande diferença na melhor divulgação do cinema brasileiro para a população como como um todo. E outro, eu acho que a gente tem que apoiar mais a produção brasileira. O Dornelles foi criador da Lei do Audiovisual. Então é nesse sentido que eu pretendo trabalhar.

4) O que  você acha do cenário cultural em nosso estado?

MQ: Foi o que eu falei. Eu acho que o Estado do Rio de janeiro tem uma diversidade incrível de produtos culturais, de peças de teatro, de cinema, de música, de artesanato, de folclore... E o que eu acho hoje é que a distribuição de recursos não está igual. E você não tem uma regra clara de como será a melhor forma de como de distribuir recursos. Eu acho que precisa de uma conscientização das empresas privadas na hora de incentivar os projetos. Deve se fazer essa avaliação também. Eu acho que a gente tem que criar mais comissões. Fazer uma união maior do esporte com a cultura e com o turismo. Estas 3 secretarias têm que atuar juntas porque um grande número de eventos culturais, podem significar um grande número de turistas no Rio e uma coisa é muito relacionado à outra. 

5) O que a câmara tem feito para ajudar a cultura no Rio de Janeiro?

MQ: Na verdade, na camara federal, eu acompanho. Eu acho que o Governo passa por um grande problema que é a recuperação fiscal. Na Assembleia Legislativa, eu estou a uma semana e meia. Mas, acho que na verdade, o problema do Rio de janeiro é macro. Você tem um problema no Estado de 450 mil servidores onde se tinha um atraso de salário. Eu acho que o trabalho já está sendo feito para recuperação fiscal no Estado do Rio. Mas é uma recuperação que dura alguns anos. Eu acho que o nosso grande desafio é durante nosso trabalho de recuperação fiscal, você conseguir ter projetos para a cultura, para o esporte, para o lazer para que agreguem na formação das pessoas.

6) Gostaria de dar uma mensagem aos leitores da Bauhaus Cultural? 

MQ: Primeiro, falar que é um grande projeto o que vocês tocam. Que a cultura é um dos projetos que tem que ter mais atenção. Não no sentido de dinheiro mas, sim, a atenção do Governo de usar esses veículos para a publicidade. E quero parabenizar vocês por todo o trabalho que estão fazendo não só para a cultura mas, para todas as áreas do nosso Estado e do nosso Brasil.

segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Avesso

3 peças em uma. Uma missão para Ribamar Ribeiro




Avesso é o espetáculo da Comunidade Teatral Independente. Ele é uma releitura de 3 clássicos de William Shakespeare: Romeu e Julieta, Macbeth e Hamlet. Todas essas obras são tragédias escritas pelo famoso dramaturgo e poeta inglês são encenadas até hoje. Ribamar Ribeiro e Renato Alves são os diretores. No elenco temos Bruna Costa; Erika Monteiro; Gustavo Araujo; Marcos Pinheiro; Rodrigo Villas Boas e Talita Bildema 



A imagem pode conter: texto

Com muito humor, Avesso é uma Ode ao riso! Este será o último fim de semana. Sexta, sábado e domingo, 20 horas. Vai até o dia 26 de agosto. Teatro Café Pequeno. Leblon.

sábado, 18 de agosto de 2018

CCMJ estreia POR ELAS - uma peça que aborda a violência contra a mulher

SOS



Um alerta para os dias de hoje. A peça Por Elas esta em cartaz no CCMJ aqui no Rio de Janeiro. Um espetáculo que aborda um tema que tem incomodando: o assassinato de mulheres! Tal tema é muito importante ser discutida. A Cada 11 minutos uma mulher sofre uma violência no Brasil.



Adriana Seiffert, Ana Flávia, Deborah Rocha, Elisa Pinheiro, Gisela de Castro, Letícia Vianna, Renata Guida e Rosana Prazeres são as atrizes que compõe este grupo de mulheres que discutem as violências no qual sofreram. Uma espécie de grupo de ajuda ao qual todas compartilham suas vivências com homens violentos.



Lucas Gouvêa faz uma participação especial. Silvia Mote é quem dirige e escreve a peça. Viviane Rayes e Yashar Zambuzzi ajudam na Produção da peça.



Por Elas esta em cartaz até o dia 1 de setembro de 2018. CCMJ fica na Rua Dom Manuel 29, Centro. De Quarta à domingo, 19 horas. 

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Meus 200 filhos


"As crianças não são as pessoas do amanhã, mas são as pessoas de hoje. Elas têm o direito de serem levadas a sério e de serem tratadas com ternura e respeito."

Esta célebre frase foi dita por Janusz Korczak. Ele foi médico e pedagogo que viveu na Polônia e cuidou de 200 crianças órfãos judias. O trabalho dele foi muito inspirador para grandes nomes da eduação mudial como Jean Piaget, Maria Montessori e Paulo Freire. 

O monólogo estrelado por Marcelo Aquino, em que este faz o próprio Janusz, é uma inspiração para aqueles que acreditam que só a educação salva um país. Em tempos nebulosos, como a Invasão de Hitler na Polônia, faz com que pessoas como Janusz nunca percam a ternura. Mesmo quando este bravo herói judeu tenha morrido na câmara de gáz com seus filhos.

A direção é de Ary Coslov. A coreografia é de Ana Vitória ( por sinal nota 10, já que são movimentos precisos em um ambiente pequeno de Palco Italiano). O texto emocionante é de Miriam Halfim.

A peça é encenada em dois lugares aqui no Rio de Janeiro. No Centro Cultural da Justiça Federal de Sexta a Domingo às 19 horas ( Vai até 23 de setembro) e no Midrash, quartas e quintas às 20 horas (Vai até o dia 30 de agosto). 


quinta-feira, 16 de agosto de 2018

LANDAU - Minhas Coisas

Brega Rock



Landau faz uma bela homenagem a um dos ícones do Brega: Odair José. Neste video clip, Landau lembra um dos grandes sucessos do cantor. Minhas Coisas é uma música composta por Odair e ganha uma melodia bem bacana no violão de Landau.



Muita paz, Muito amor. Muito Rock ´n ´Roll

NOTA DO BLOGUEIRO:

Pessoal
Voltei para o Rio de Janeiro. Esqueci de comentar com vocês este fato mas em breve, volto para São Paulo. Abraço para todos. 

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Top 10 Motos e mais motos



Este top 10 é para você amante de motos. Estas máquinas que fazem a gente ter o sentimento de liberdade. Para aqueles que gostam das duas rodas, aí vai um top 10.


1. Motoqueiro Fantasma. 

O Filme estrelado por Nicholas Cage e Eva Mendes conta a história do famoso super herói da Marvel  e de como ele adquiriu os poderes do Cavaleiro Fantasma.

2. Diário de Motocicleta. 

Ernesto e Alberto são dois amigos que vão de moto para Caracas atravesando países como Argentina, Chile, Bolívia Peru e Colômbia. Uma super aventura inspirado no livro de Che Guevara.



3. Mad Max. 

O filme Cyberpunk que lançou Mel Gibson ao estrelado conta a história de um grupo de motoqueiros que põe o terror em uma pacata vila. Para impedí-los, nada melhor do que Mad Max.

4. O Exterminador do Futuro 2. O Julgamento Final. 

A continuação da aventura de Sarah Connor para proteger seu único filho John do Exterminador, vindo do futuro, para mata-los. Entretanto, a resistência manda um outro exterminador para protegé-los.

5. Indiana Jones e a Última Cruzada. 

A Terceira e imperdível aventura com Harrison Ford e Sean Connery. Indiana Jones procura seu pai que esta desaparecido. O Genitor de Indiana sabe da localização do Santo Graal. O filme é muito bom que tem até uma perseguição de moto!

6. A Sombra de um Disfarce. 

Charlie Sheen é um policial que para se infiltrar em uma gangue de motoqueiros onde este precisa parcecer um. Neste filme, Charlie faz tudo desde tatuagens até sua própria moto.

7. Motoqueiros Selvagens

Esta diverida comédia traz super atores como John Travolta, Tim Allen, Martin Lawrence e Ray Liotta. O filme conta a história de 4 caras que vão cruzar os Estados Unidos de moto.

8. Erin Brocovich, Uma Mulher de Talento

Julia Roberts é Erin Brocovich. Uma mulher que moveu uma ação contra uma Indústria de purificação de águas e ganhou. Ela contou com a ajuda de um motoqueiro com quem tinha paixão de estar com ele.

9. Terremoto

O filme da década de 70,  tinha vários personagens que antes da catastrofe, seguiam sus vidas como a de  um homem que fazia acrobacias com a moto. O filme tragédia teve como protagonista Chalton Heston. 

10. Eu, Robô

Will Smith é um investigador do futuro que precisa investigar um assassinato. Uma das possibilidades é que este homem tenha sido morto por um robô. O filme tem ótimas cenas de perseguição de moto.

HASTA LA VISTA BABY! 
OU 
ATÉ A PRÓXIMA CAMARADAS!

PS: AINDA ACEITO SUGESTÕES DE TOP 10

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Mulheres, vamos a luta contra o femicídio

Depois dos terríveis acontecimentos que muitas mulheres passaram estes últimos dias, um grupo de atrizes resolveu unir forças e fizeram uns vídeos bem legais contra a violência contra as mulheres. Vão desde monólogos até vídeo arte. Todos eles são imperdíveis. Sorys Mello e Ana De Cesaro são dessas mulheres que gritaram basta.

Eu como homem digo: Homem que é homem não bate em mulheres!

Sorys Mello


Ana de Cesaro


segunda-feira, 13 de agosto de 2018

La Bellavulva


Esta no ar uma wébsérie que vai mexer com todos os seus sentidos! Vanessa Fontana é La Bellavulva. Com muito erotismo, nossa heroína irá despertar os seus desejos mais secretos. Não perca, toda terça feira, um novo vídeo!

FIQUEM A  VONTADE E SE JUNTAM A VANESSA FONTANA NESTA NOVA JORNADA!



Se inscrevam no canal: https://www.youtube.com/channel/UCnJjH7r-A3F7iEZEMnqjfgw

EQUIPE Direção Geral - Flavio Braga La Bellavulva - Vanessa Fontana Câmera - Neves Blue Direção - Helena Meneguelli Marketing Digital e Edição de Imagens - Angelo Santoro

sábado, 11 de agosto de 2018

ENTREVISTA COM A CANDIDADATA IARA ROCCHA DO PC do B/ Rio de Janeiro



Diretora,  Poetisa, Atriz e Dramaturga na Instituição Cia Língua de Trapo - Escola Popular de Teatro - Ponto de Cultura, Iara Roccha aceitou concorrer a uma vaga na Câmara de Deputados Estaduais no Estado do Rio de Janeiro. Irei começar na Bauhaus Cultural, uma série de entrevistas com Candidatos a Deputados Estaduais. Ela é a primeira.

1)    Por que quer ser candidata?

IREu aceitei o desafio a ser candidata a Deputada Estadual pelo PCdoB – RJ pela  luta e representação por mais mulheres na política e principalmente colocar em prática  a Plataforma  Cultura Viva de Paz para o Estado do Rio de Janeiro cujo o foco central é o fortalecimento da  Cultura – Educação e Cidadania por uma Politica Pública de Cultura que descentralize e deselitize os recursos e verbas da cultura tanto para a capital quanto o interior do estado entendendo, respeitando e valorizando sua diversidade e suas especificações.

2)    O que você iria fazer com o cenário teatral no Rio de Janeiro já que esta abandonado?

IR – o Teatro no estado do Rio de Janeiro precisa ser valorizado e fomentado. Temos um cenário de abandono e desprestígio aos muitos e valorosos grupos Teatrais que são resistência em nosso estado. Penso por exemplo na   FetaerJ que luta a mais de décadas pela preservação e manutenção do grande  Patrimônio que é a  A Aldeia de Arcozelo, em Paty do Alferes, Rio de Janeiro, que hoje pertence à Funarte, e foi  inaugurada por Paschoal Carlos Magno, em 1965, para ser um lugar onde jovens e artistas de todo o país pudessem desfrutar de todas as formas de criação e expressão artística gratuitamente. A Escola Martins Penna que além de sua importância e qualidade merece mais investimento para continuar seu importante trabalho na formação de jovens artistas que amam e se identificam com o fazer teatral em sua mais ampla forma e significação.  O grupo Tá na Rua que nos oferece reflexão, arte  e cultura engajada através de nosso mestre maior o grande Hamir Hadad. Investir em orçamento e editais públicos que contemplem grupos teatrais de todo o estado do Rio e interior, como O Grupo Sócio-Cultural Código,  uma associação cultural sem fins lucrativos fundada em 2007, a partir da Cia Código de Artes Cênicas, formada por jovens artistas de diversas cidades da Baixada Fluminense que tem como objetivo principal facilitar o acesso à arte e aos bens culturais aos moradores da cidade de Japeri -RJ,  e tantos outros.

3)    No caso de se eleger um outro governandor que não seja do seu partido, como vai ser a relação política com ele?

IR – Estou muito confiante na coligação do PT com o PCdoB aqui no Rio de Janeiro. Marcia Tilburi e Leonardo Giordano são dois potentes candidatos que sabem perfeitamente da urgência de se restabelecer uma cultura de Paz em nosso estado, que pensam e trabalham pela democratização do acesso aos bens culturais e a cultura como um direito. Minha missão como parlamentar será sempre a escuta e o diálogo com todos e  todas que assumam seus cargos dentro do âmbito politico de nosso estado, incluindo o próximo governador.

4)    Quais são seus projetos para longo prazo?

IR – Penso que  na minha gestão  precisaremos dar prioridade a implementação do PL Lei Cultura Viva. Garantir mais verba para a pasta da Cultura e firmar parcerias com a secretaria de educação e esportes em nosso estado. Levar o Cultura Viva para dentro das escolas da rede publica de ensino tanto municipal quanto estadual será revolucionário. Garantir o acesso ao fazer artístico e cultural a quem não tem acesso e  dentro das escolas que devem e podem assumir seu  caráter de escola integral com atividades artísticas e lúdicas para a formação de nossos jovens, pobres, periféricos e favelados em sua maioria. Garantir com isso também a sustentabilidade de inúmeros pontos de cultura que estão ativos e sem receita para a realização de novos projetos.

5)    O Fomento cultrual ainda não foi pago nem pelo governador nem pelo prefeito, como você acha que você deve lidar com a situação no nosso Estado que é bastante difícil?.

IR – o Governo do estado, assim como a prefeitura tem obrigação de prestar contas das verbas publicas e orçamento já anteriormente destinadas aos projetos contemplados. Nossa missão é o diálogo e a sensibilização do cumprimento dessas obrigações. A politica deve ser ferramenta e instrumento democrático para todas essas questões. A articulação entre políticos e a sociedade civil organizada devem andar juntas  de mãos dadas. Somos representantes do Povo e eleitos pelo povo, devemos honrar essa condição em defesa dos interesses da população.
                
6)    Algum recado para nossos amigos do teatro e para o povo carioca?

IR – Sim. Meu recado é: “Onde não há cultura a barbárie impera” A Arte é Política.  Vamos somar forças para mudar o que aí está. Vamos juntos lutar por um Rio de Paz para todos e todas. Somos o Brasil que pulsa. Somos Cultura Viva.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, texto

sexta-feira, 10 de agosto de 2018

O Julgamento Secreto de Joana D´arc


Se você tem dúvidas em acreditar em santos, então você precisa ver esta peça; Pela primeira vez na minha vida, pude conhcer o famoso Teatro Oficina. Nele, esta sendo encenado a peça O Julgamento Secreto de Joana D´arc. Sua história é famosa ao liderar os franceses contra os ingleses durante a Guerra do 100 anos.O espetáculo narra como foi julgamento e martírio desta heroína francesa que depois de 500 anos da sua morte, se torna santa pela Igreja Católica. 

O Palco Arena da casa, nos convida para uma peça bastante ousada. A atriz Silmara Deon que faz Joana D´arc dá um show de interpretação. Ela não tem as medidas de uma Mila Jocovich, por exemplo. Mas ela defende muito bem o seu papel e conta com a ajuda de um grupo de atrizes que fazem uma espécie de coro em Ode a Santa Francesa.  . 

Se você quiser ver esta peça e ter uma emoção impar ao visitar o Teatro Oficina então anote aí.

Teatro Oficina (350 lugares)
Rua Jaceguai, 520 - Bela Vista, SP/SP. Tel: (11) 3106-2818. http://teatroficina.com.br/

Espetáculo: O Julgamento Secreto de Joana D’Arc
Temporada: 26/7 a 20/9 - quartas e quintas, às 20h
Ingressos: R$ 50,00 e R$ 25,00 (meia). Moradores da Bela Vista (com comprovante de residência): R$ 20,00.
Bilheteria: 1h antes das sessões. Aceita cartões de débito e dinheiro.
Vendas antecipadas: www.compreingressos.com.br (tel: 2122-4070).
Duração: 100 min. Classificação: 16 anos. Gênero: Drama musical.



quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Spring de Vivaldi


Neste novo vídeo, eu toco a música, Spring ou Primavera de Vivaldi.Esta música faz parte das 4 estações do mesmo compositor.  Pode mos ver que esta música original esta em pentatônica de Dó maior. Através de um único desenho, posso toca-la em diferentes escalas como Ré Maior, Mi Maior e assim por diante.

 Convido todos para verem o vídeo e escutarem esta música.


quarta-feira, 8 de agosto de 2018

Contrarrevolução

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

LIBERDADE, IGUALDADE E FRATERNIDADE. São palavras que eram o slogan da Revolução Francesa e os 3 pilares principais da Maçonaria. Porém, o autor espanhol Estees Soler põe a prova de que estas 3 palavras são paenas utopia quando se fala em por em prática os ideias da revolução. 

A peça Contarrevolução traz 3 figuras presas em um ambiente inóspido. Uma senhora personificando a Europa apresenta a cultura branca européia, uma mulher relata a pedofilia do marido e um comandandate que se tranca dentro de uma cabine.

O palco arena traz os atores separados do público por um muro de plástico. Um ambiente  completamente hostil afim de provocar na platéia a sensação de prisão. Reginaldo Nascimento dirige esta ousada peça de teatro que tem no elenco Alessandro Hernandez, Amália Pereira e Vera Monteiro. 

Ousadia é para mim, sinônimo de criatividade. A produção deste espetáculo esta de parabéns. Procurar dar un novo siginificado ao lema da Revolução Francesa bem como fazer esta pergunta: Que liberdade é essa,  nos  faz refletir ao que Jean Paul Sartre falou uma vez que estamos condenados a liberdade,Daí ao sermos condenados esquecemos a Iguladade e a fraternidade.

Local: Oficina Cultural Oswald de Andrade Quintas e sextas 20 horas e sábado às 18 horas. Até 22 de setembro. 

terça-feira, 7 de agosto de 2018

super moça


SENHORES PASSAGEIROS, AQUI É O SEU CAPITÃO FALANDO. NÃO DEIXEM DE VER ESTA PEÇA SE VOCÊ ESTIVER EM SÃO PAULO. COMO OS PAULISTANOS FALAM: É DA HORA!!!!!!!!!!!

Nossa atriz e ex-aeromoça IzabellaVan Hecke é a Super Moça! Esta peça com direção de Marcio Azevedo e escrita pelo próprio diretor com a ajuda de Milton Filho, conta a história divertida de Isa nos tempos em que ela trabalhava dentro do avião.Não é só isso. A  Nossa Heroína esta preste a fazer uma tragédia que conta a desventura de Jocasta e de seu filho Hamlet o qual este se assumiu gay.  

A tragetória desta produção é muito emocionante. Quando a peça estava para estrear( preste a fazer sua primeira temporada) O teatro Clara Nunes pegou fogo. Com muita garra, a atriz e os produtores deram a voltra por cima, e graças a façanha desses bravos artistas, A SUPER MOÇA É REALIDADE!!!!!!!!!!!

LOCAL:  Casa Aguinaldo Silva de Artes. Sábado às 21 horas e Domingo, às 19 horas. Vai até o dia 26 de agosto. BOA VIAGEM!

segunda-feira, 6 de agosto de 2018

Profanadores de Túmulos. Novas imagens

A Bauhaus Cultural apresenta as novas imagens do filme Profanadores de Túmulos.  Alexandre Henry mandou para mim depois da reportagem do Programa Revista da TV Rio Sul afiliada da Rede Globo. 










No link abaixo, você irá acompanhar o Programa de Teresa Freitas.