sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

RESTROSPECTIVA 2018

Meus amigos,

Aqui começa a retrospectiva 2018. Estes foram os assuntos mais acessados de meu blog. Comecei o ano com novo book e com novidades do Rio de Janeiro e em São Paulo. A produção dessas fotos se deve a Carla Reimão. 

Personalidade: 



A imagem pode conter: 1 pessoa, em pé e texto

Kami Ferreira, a Majestosa, foi a mais acessada do blog! Seu trabalho de caracterização é o melhor que eu já vi. Foram mais de 900 visualizações!

Longa Metragem: 



A entrevista com o Diretor Alexandre Henry, Vanessa Fontana e Wanessa Bonelli foi a mais acessada. O assunto: Profanadores de Túmulo. Longa este que participo. Voltar a fazer longa é tudo de bom!

Teatro: 


A imagem pode conter: 1 pessoa

O Gosto da Própria Carne foi a peça mais acessada. Exibida no Teatro Àgora em São Paulo, a peça tem um elenco de primeira. Walmir Santana e sua esposa Rita Malot contaram a história de um jovem que tem obesidade mórbida. Uma peça que mostra a cena underground paulistana.

Eleições 2018:


Pela primeira vez, meu blog abriu espaço para os candidatos a Deputado Estadual e Federal. Foram perguntas referentes a cultura. O que os candidatos achavam e quais eram as propostas deles. 

PARA 2019

Em breve, vocês poderão me acompanhar em 2 filmes: Profanadores de Túmulos e Meu Mundo Azul. Fecho este ano na certeza de que dias melhores virão. mesmo com este tal que esta aí usando a facha de Presidente da República. 

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Inflitrado na Klan

O NOVO FILME DO SENSACIONAL SPIKE LEE. 




Adam Driver e John David Washigton são dois policiais que vão investigar a temida Ku Klus Klan. Para isso, um irá fazer a voz de um branco que é o caso de Ron Stallworth (John David Washigton) enquanto seu parceiro Flip Zimermman (Adam Driver) vai as reuniões do grupo. Apesar de ser um drama bem pesado, o filme tem muitas cenas engraçadas que fazem você morrer de rir.

Neste longa metragem, Skipe Lee faz uma crítica a ignorância, ao racismo e ao fundamentalismo exagerado. Estes requisitos que elegeram Donald Trump nos Estados Unidos e Jair Bolsonaro no Brasil. Infelizmente, o preconceito ainda continua! Dessa vez, ele esta mais forte do que nunca. Cabe a todos nós combate-lo. Uma forma de por fim a esta vergonha é assistir o filme e torcer para ser indicado ao Oscar. Para mim, ele já ganhou uma indicação.


segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

PARA TODOS OS FÃS DA BAUHAUS CULTURAL


MAIS UM ANO TERMINANDO E A BAUHAUS CULTURAL CONTINUANDO.
O BLOG CONTINUA A FAZER SUCESSO GRAÇAS A TODOS VOCÊS
PARA TODOS VOCÊS AMIGOS DO MEU BLOG:

FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO


sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

Letrux e Mãeana cantaram bruxas no Teatro Ipanema



Letrux e Mãeana cantaram bruxas no Teatro Ipanema. O dia do feitiço foi dia 20 de dezembro de 2018. As meninas cantaram um repertório variado que vai desde clássicos do Rock´n´roll até músicas de seu próprio repertório. 

Houve dois horários da magia: 20 horas e 22 horas. Teatro lotado! Tive sorte de pegar a primeira sessão. Valeu muito a pena! 

Viva as bruxas!

Viva a liberdade!

Que venha mais 50 anos de Teatro Ipanema! Isso mesmo! O Teatro Ipanema completou 50 este mês. 




quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

BANCA DO CÍCERO EPISÓDIO ESPECIAL DO DOUTRINADOR

HQ





A BANCA DO CÍCERO ORGULHOSAMENTE APRESENTA UMA ENTREVISTA EXCLUSIVA COM O PAI DO DOUTRINADOR.



Sucesso nas bancas de revista e agora no cinema, o autor Luciano Cunha conta para a Banca do Cícero como foi feito o Super Herói Brasileiro. Muitos acham que ele surgiu inspirado nas manifestações de julho de 2013. Mas não foi nada disso. Ele fala também do Universo Guará. Luciano dá destaque a uma nova super heroína de nome Penélope, cuja a criação é de Kika Hamaoui. 

Pois é meus caros, temos a Marvel, agora temos uma Marvel bem brasileira. Ou melhor uma Guará!




terça-feira, 18 de dezembro de 2018

O Beijo no Asfalto. Um filme de Murilo Benício


Da obra de Nelson Rodrigues, a versão cinematográfica de Murilo Benício esta dando o que falar. Uma mistura de Documentário no estilo Ricardo III alla Al Pacino e Film Noir, faz deste filme um sucesso. O espectador ganha uma aula de teatro de graça com feras da nossa tv incluindo a Primeira Dama do Teatro Brasileiro Fernanda Montenegro.

Para aqueles que amam o Drama Rodriguiano, este filme é um prato cheio. Vemos a história se desenrolar com um bate papo com o diretor de teatro Amir Haddad com os atores sobre a saga de um homem que ao ver um indivíduo morrer no asfalto, lhe dá um beijo na boca. 

HOJE NOS MELHORES CINEMAS. VOCÊS NÃO DEVEM PERDER ESTA NOVA VERSÃO!

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

Bibi Bogdanich - Voltas (Lyric Video) - Part. Esp. Sergio Diab (Stratoman)





Nestas minhas voltas entre peças de teatro e internet, entrei em contato com uma pessoa bem bacana. Bibi Bigdanich é uma revelação na música. Este vídeo clipe é do seu primeiro trabalho. ele se chama Voltas. Veja ele e respondendo a sua pergunta: SIM. Ele foi feito no Brasil. Se dúvida, então veja. Um tipo de trabalho ao estilo Wernner Herzog.

sábado, 15 de dezembro de 2018

Discórdia a peça

A imagem pode conter: 7 pessoas, texto

Maggie Schneider, a atriz de Profanadores de Túmulo, me colocou na lista amiga para ver sua peça Discórdia. Inspirada em Otelo, o Mouro de Veneza de William Shakespeare, a peça conta a história de Rodrigo, um jovem diretor que esta finalizando uma peça de final de ano. Em meio a um processo criativo, Victor, seu mui amigo, começa a levantar calúnias contra ele bem como as pessoas a sua volta, incluindo seu grande amor. Neste jogo de intrigas irá acontecer coisas terríveis incluindo muitas mortes.

Como sempre digo, Shakespeare esta mais atual do que nunca. O texto adaptado para os dias de hoje de Wesley Di Luna, traz a tona muitas questões pertinentes como racismo, inveja, desconfiança e assassinato. A Direção fica com Francisco Hashiguchi. 

Dia 16 de dezembro. No Rampa, Lugar de criação. 19 horas. 



quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

Meu Mundo Azul


Ontem terminou as gravações do filme Meu Mundo Azul. Foram dias de muito trabalho mas maravilhosos. Termino este ano de 2018 feliz. Depois de fazer meu terceiro longa, eu faço meu primeiro vilão no meu quarto longa. 
O filme conta a história de Rodrigo (Angelo Santoro). Um jovem que sofre discriminação por ser gay. Ele vai descobrir o preconceito sofrendo constante ameaça de 3 pitt boys ( Rodrigo Gallo, Filipe Vieira e Alessandro Véras). Apesar deste horror chamado violência, Rodrigo irá descobrir o amor com Rafael ( Daniel Braga). Destaque para o menino Pedro Carminati e participação especial de Dessirré Franco. 

Conheça as feras deste belíssimo filme: 


Alexandre Henry (diretor)



Angelo Santoro (Rodrigo)


Daniel Braga (Rafael)


Michelle Assunção (mãe de Rodrigo)



Pedro Caminati (Jovem Rodrigo)


Dja de Paula (psiquiatra)



Patricia Pires e Edriane Telo (Professora e aluna)



Thiago Rinaldi (aluno) 


Marcya Alves (aluna 2)


Windsom Ramos e Luciano Tamanqueira (Inspetor e Secretário)


Filipe Vieira (Agressor 2)



Claudia Carolina(aluna 3)


Lariane Lins (aluna 4)


A imagem pode conter: 1 pessoa, barba e close-up

Alessandro Verás (Agressor 3)

A imagem pode conter: 1 pessoa

Alfredo Garcês (Juiz)

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo

Paulo Fernandes (Pai do Rodrigo)


Marcelo Delfino (Assistente de Direção)


Desirré Franco, participação especial. 

Cenas do filme: 





AGUARDEM!









segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Acabou o pó, a peça

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, texto

NOTÍCIAS URGENTES: ACABOU O PÓ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!


Acabou o pó é uma peça escrita por Daniel Porto e tem a direção de Daniel Dias da Silva. A peça conta a história de duas donas de casa muito loucas onde uma delas pede para tomar uma xícara de café. Em sua casa, Acabou o pó. As duas senhoras começam a discutir os desafios de serem mães e de serem esposas em um Rio de Janeiro violento. Mas apesar dos pesares, a peça é muito divertida. Os atores Anderson Cunha e Celso André fazem as duas senhoras loucas. 

A peça esta em cartaz no Teatro Cândido Mendes Ipanema. Sextas, sábados e Domingos, 20 horas. Vai até o dia 23 de dezembro.  Mas uma coisa importante...NÃO ESQUEÇAM DE LEVAR O PÓ DE CAFÉ...ACABOU O PÓ...BRINCADEIRINHA

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

GRAVEI COM UM ROCKSTAR? | Victor Soares

The Who



ELE ESTA DE VOLTA NA BAUHAUS CULTURAL.



Depois de um longo tempo de jejum, Victor Soares esta de volta com o seu vlog. Dessa vez, ele mostra um pouco do trabalho que ele fez com Frank Simes diretor musical da banda The Who. Foi um encontro bem bacana. Victor Soares também convidou para os internautas se inscreverem no canal de Frank. Aqui em baixo, vou colocar o link do canal e um dos vídeos dele onde ele ensina como tocar Pinball Wizard. 


https://www.youtube.com/channel/UCxVVuefnEB9hu1GMR-6ySsQ



quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Um show de criatividade no palco! Charlie Chaplin com Street Dance

Viva Carlitos!



Meu parceiro Robert Rodrigues do Francofolia e Curta com Teatro me mandou este belíssimo vídeo. Ele é membro da Escola Petite Danse. Nesta performance, a turma dele faz uma homenagem ao eterno Vagabundo Carlitos vivido por Charles Chaplin. 

O espetáculo é emocionante assim como a dança também é. Se você ama os filmes dele, então vai adorar o vídeo. Com poucas palavras, Charles Chaplin fez da sétima arte uma poesia.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

A Árvore de Natal na Lagoa


A ÁRVORE DE NATAL DA LAGOA ESTA DE VOLTA.


Depois de 2 anos, a Lagoa Rodrigo de Freitas voltou a ter a sua árvore. Ela é considerada a maior atração natalina flutuante do Brasil. Para muitos cariocas, foi uma benção ela ter voltado já que põe mais brilho para as festas de fim de ano. Muitos comerciantes fizeram a festa vendendo comidas e brinquedos. Outra parte da população acha que ela não deveria ter voltado e portanto deveria se gastar melhor estes recursos com saúde e educação. Não tiro a razão destes que não a queriam, porém uma coisa tão bonita, não poderia estar engavetada. Estamos começando o dezembro com a volta de uma velha amiga.




sábado, 1 de dezembro de 2018

Homenageada do mês de dezembro: Elen Nas



No final do mês de Novembro, pude curtir um super show no Audio Rebel em Botafogo. Em seu novo show performático Canções do Apocalipse,  Elen Nas mistura Opera, Rock, Musica Eletrônica e MPB. Um show que lembra muito as batidas eletro-rock da banda New Order. Gostei tanto do experimento que fiz Elen a homenageada do mês. 

Os trabalhos com Performance de interação da Sereia Lab fazem de Elen uma artista única. Aqui em baixo, coloquei alguns vídeos do Projeto Sereia dela. Algumas dessas músicas foram cantadas no show. 

VIVA ELEN NAS E OUÇAM O CANTO DA SEREIA!





sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Abajur Lilás

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Plínio Marcus esta mais vivo do que nunca. A peça Abajur Lilás foi uma das peças mais proibidas desse autor durante o Regime Militar. Com a democracia, a peça foi encenada mais de uma vez. Nada mais justo que  reencana-la nos dias de hoje.

O Espetáculo conta a história de Dilma. Uma mulher que para sustentar o filho, ela precisa se prostituir. O problema é que ela é explorada por um cafetão.Sua parceira de quarto tem um plano de mata-lo. Para irrita-lo mais, ela quebra o Abajur dele da cor Lilás.

Com o enorme sucesso, a peça ganhou mais 3 dias extras. 7,8 e 9 de dezembro. 20 horas no teatro Glaucio Gill.  

NOTA DO BLOGUEIRO

Seja resistência. Veja esta peça. Com a chegada de Jair Bolsonaro ao poder, muita coisa vai mudar. Porém, estamos diante de um homem conservador defensor perpétuo do Golpe de 64. Peças, como essa, foram proibidas durante este período louco. Não sei como irá ficar o Brasil no ano que vem. Mais sei que consumir cultura faz um bem danado.
Obrigado Filomena Mancuso por continuar incentivando a arte. Você é uma das vozes dessa resistência!



terça-feira, 27 de novembro de 2018

Uma Frase para a Minha Mãe | Instituto Pinheiro

Uma Frase para a Minha Mãe | Instituto Pinheiro



Uma frase para minha mãe é um trabalho maravilhoso da atriz e diretora Ana Kfouri. As palavras se materializam no gesto performático da atriz que com simples movimentos, dão vida  poesia do poeta francês Christian Prigent. 


O espetáculo é emocionante e tem emocionado muitas pessoas que tes de sir do teatro vão dar um beijo nela. Sempre ouvi falar do trabalhao de ana mas confesso que depois de ver, tenho a sensação de quero mais.



Se você quer fazer amor com as palavras de Christian, então você não pode deixar de ir ao Teatro Sérgio Porto. Sábado e Domingo. 21 horas. Vai té o dia 9 de dezembro



segunda-feira, 26 de novembro de 2018

A Maravilhosa História da Mulher que foi tirar um retrato.

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto


Luisa Friese é a Mulher Maravilha!

Nesta peça performance, a própria super heroína conta a sua própria história. Isso mesmo! Vai desde a sua criação pelo psicólogo William Moulton Marston até o sucesso da série que lançou Lynda Carter ao estrelado.

A peça procura explorar o outro lado de Diana Prince. Uma mulher que mesmo com super poderes, foi por um bom tempo uma espécie de secretária do Superman e do Batman. Porém com a série e o filme da Mulher Maravilha lançado a pouco tempo, fez com que ela deixasse de ser a secretária e se tornou na Maravilha que todos nós conhecemos.

Teatro Sergio Porto Sábados, Domingos e segundas. 19:30. a peça vai até dia 10 de dezembro. 


sábado, 24 de novembro de 2018

Rodrigo Gallo no Profanadores de Túmulos





10 anos depois de fazer  Teste de Elenco, estou de volta em um outro filme de longa metragem. Profanadores de Túmulos é meu terceiro longa como ator. Foi uma experiência maravilhosa. Tive o prazer de trabalhar com Alexandre Henry, Angelo Santoro, Mag Shineider, Windsom Ramos, Alfredo Garces e Paulo Fernandes. 

Pela primeira vez em um longa, trabalho o gênero terror. Para mim, é uma experiência nova. Depois de fazer muita comédia e de encarar um drama. Agora encarno neste gênero.

Relembrando minha trajetória, aqui estão os longas que fiz.

Velório em Família, 2005









Teste de Elenco, 2008







quarta-feira, 21 de novembro de 2018

Yerma

A imagem pode conter: texto

Ambientada na Andaluzia de 1934, a peça conta a história de Yerma que sonha em ser mãe. Porém, seu marido dá pouca a atenção a ela. Enquanto as moças têm seus filhos, Yerma sofre e o final será uma tragédia.

O texto é do maravilhoso dramaturgo e poeta Federico Garcia Lorca. Um grupo de alunos da Cal, escolheu esta peça para sua formatura. Eles prometem. Encenaram muito bem esta peça maravilhosa.

Quartas e quintas 19 horas. Teatro Dulcina. Vai até o dia 29 de novembro. 


 Federico Garcia Lorca escreveu, além de Yerma, Bodas de Sangue, La Carrea que Cae, A Casa de Bernarda Alba e outras maravilhosas peças. Também escreveu poesias sobre erotismo além de sua querida Granada.  Tive a honra de declamar poesias dele em uma das apresentações do Arte em Andamento. 

Veja o vídeo aí em baixo.